Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Institucional > Ações Ambientais > Responsabilidade Socioambiental > Sala de Coleta e Apoio à Amamentação - Codevasf/Sede
conteúdo

Sala de Coleta e Apoio à Amamentação - Codevasf/Sede

por Fernando Néto publicado 08/08/2019 18h47, última modificação 06/09/2019 19h15

A legislação brasileira ampara a mulher trabalhadora contemplando a garantia de emprego desde a gestação, a licença-maternidade remunerada e o apoio à prática do aleitamento materno. Para cumprir os novos padrões e as normas da legislação e da administração pública direta e indireta em questões de meio ambiente e trabalho, a Codevasf, por meio da Comissão de Implantação e Gestão do PLS - Codevasf/Sede, inaugurou em 9 de junho de 2017 a Sala de Coleta e Apoio à Amamentação na Unidade de Benefícios e Saúde Ocupacional da sede da empresa, em Brasília.

Destinada às mães que retornam ao trabalho após a licença-maternidade, a sala tem o objetivo de oferecer um espaço adequado para a retirada do leite materno, o que contribui para a manutenção da produção do leite e evita o desconforto físico que as mamas cheias e doloridas podem causar – e, em alguns casos, até o desenvolvimento de mastites. A intenção também é estimular o aleitamento até os dois anos de idade, seguindo orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Sobre o espaço

A sala de coleta e apoio à amamentação da Codevasf/Sede é um ambiente acolhedor, tranquilo e especialmente preparado para que mães e colaboradoras lactantes possam de forma segura e adequada coletar e armazenar o leite e, ao final do expediente, levá-lo para o seu filho ou até mesmo doar o excedente ao Banco de Leite Humano do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), nosso parceiro desde 2013.

Além de ser um espaço confortável e privativo para a coleta do leite, a sala dispõe de um freezer com termômetro para monitoramento diário da temperatura, uma poltrona de amamentação, um lavatório para higiene das mãos e dos seios, toucas, máscaras e etiquetas para identificação dos recipientes. A instalação atende aos critérios técnicos definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na Portaria nº 193/2010.

As especificações técnicas para implantação da sala foram orientadas pela pediatra e coordenadora do Banco de Leite da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, Miriam Santos.

Certificação

Placa do projeto Mulher trabalhadora que amamenta, que reconhece a Codevasf como local que promove, protege e apoia o aleitamento materno.No Brasil, segundo dados da Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar, há cerca de 200 salas de apoio às mães que trabalham e amamentam. Desse total, 196 são certificadas pelo Ministério da Saúde, entre elas a “Sala de Coleta e Apoio à Amamentação – Codevasf/Sede”, que é integrada ao projeto “Mulher Trabalhadora que Amamenta”.

Por ser a única empresa pública no Distrito Federal com uma sala de coleta e apoio à amamentação, a Codevasf é reconhecida pela Secretaria de Saúde do DF e pelo Ministério da Saúde como referência na região.

Guia de uso

Considerando que alguns procedimentos relativos ao aleitamento materno requerem determinados Capa-Guia de Uso da Sala de Coleta e Apoio à Amamentação – Codevasf-Sede.jpgcuidados, a Comissão de Implantação e Gestão do PLS - Codevasf/Sede sintetizou um “Guia de Uso da Sala de Coleta e Apoio à Amamentação”, com orientações de alguns temas considerados básicos e relevantes às funcionárias e colaboradoras que amamentam ao retornarem da licença-maternidade.

O guia não é um regulamento, mas sim um material de apoio para esclarecer dúvidas sobre o funcionamento da sala e minimizar a ocorrência de complicações durante a amamentação ou coleta do leite materno.

Guia de Uso da Sala de Coleta e Apoio à Amamentação – Codevasf/Sede (arquivo PDF)

*Com informações do “Guia para implantação de salas de apoio à amamentação para a mulher trabalhadora”, do Ministério da Saúde.