Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Negociações do ACT 2016/2017 da Codevasf estão suspensas temporariamente
conteúdo

Notícias

Negociações do ACT 2016/2017 da Codevasf estão suspensas temporariamente

A rodada de negociações do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT 2016/2017 da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está suspensa temporariamente. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (28), na sede da empresa, em Brasília, em reunião entre representantes da empresa e do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf). A reunião foi aberta pelo gerente-executivo interino da Área de Gestão Administrativa e Suporte Logístico da Codevasf, Plácido Cardoso de Melo Júnior.
publicado: 28/04/2016 12h26, última modificação: 20/06/2018 17h34

A rodada de negociações do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT 2016/2017 da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está suspensa temporariamente. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (28), na sede da empresa, em Brasília, em reunião entre representantes da empresa e do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf). A reunião foi aberta pelo gerente-executivo interino da Área de Gestão Administrativa e Suporte Logístico da Codevasf, Plácido Cardoso de Melo Júnior.

Houve um consenso entre as partes sobre a suspensão em razão da situação ocasionada pela mudança da Presidência da Codevasf, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28). A empresa passa a ser presidida interinamente por José Alexandre da Costa Machado.

Durante a reunião, o presidente do Sinpaf, Júlio Guerra, sugeriu que as negociações sejam retomadas nos dias 16 e 17 de maio. “Entendemos as dificuldades deste momento de transição da Codevasf, achamos salutar a suspensão das rodadas de negociações”, afirmou Guerra.

A proposta da nova data para retomada das discussões foi registrada em ata e deverá ser confirmada posteriormente pela Codevasf. “Assim que tivermos uma posição novo presidente, entraremos em contato com o Sinpaf. Achamos prudente a suspensão das negociações para que possamos discutir com mais segurança o acordo, colocando o novo dirigente da empresa a par das questões”, explicou o gerente de Gestão de Pessoas, Adalberto Marques, durante o encontro.

Apesar da suspensão temporária das negociações, fica mantida a prorrogação da vigência do ACT 2015/2016 até 30 de junho deste ano, conforme acertado em reunião realizada no dia 18 de abril.

Além dos representantes do Sinpaf, a reunião contou com a participação de empregados da Gerência de Gestão de Pessoas e da Assessoria Jurídica da Codevasf.