conteúdo

Tourão

por Antônio Luiz de Oliveira Correa da Silva publicado 31/07/2018 18h52, última modificação 18/02/2021 18h06

Localização: Município de Juazeiro - BA – Submédio São Francisco
Polo de Desenvolvimento: Petrolina/Juazeiro
Área Irrigável: 14.237 ha
Área Ocupada: 14.237 ha (189 ha – lotes familiares; 14.048 ha – lotes empresariais)
Fonte hídrica: Rio São Francisco
Vazão outorgada vigente: 437.261.303 m3.ano-1
Investimentos até 2019: R$ 50.148.589,14
Dados da infraestrutura: 65 km de canais; 45 km de drenos, 42 km de estradas; 5 estações de bombeamento.
Início de funcionamento: 1979
Início da cogestão: 1988

O PPI Tourão foi construído no período de 1977-1979. Nesse último ano iniciou-se a sua ocupação e operação e após dez anos fora emancipado por meio da Portaria do Ministério da Agricultura, de nº 614/89. O projeto foi implantado com uma área de 10.710 ha, com 37 lotes de pequenos irrigantes em 211 ha, e 14 lotes de empresas em 10.499 ha. O rio São Francisco é a fonte hídrica do Tourão, e uma rede de canais e cinco estações de bombeamento conduzem a água até as áreas irrigadas. Dentre a infraestrutura social constam um núcleo habitacional e um centro técnico-administrativo (CODEVASF, 1999; CODEVASF, 2014e)1. A área do projeto foi ampliada e, atualmente, abrange um total de 14.237 ha, dos quais 98% pertencem à área empresarial do empreendimento.

Produção agrícola

tourao_ev.jpg

Figura 1: Evolução do Valor Bruto de Produção no projeto Tourão, entre os anos 2016 e 2019.
Fonte: Do autor, 2020.

tourao_pc.jpg

Figura 2: Principais espécies cultivadas de acordo com o VBP no projeto Tourão, no ano de 2019.
Fonte: Do autor, 2020.

Características da produção

O projeto Tourão é conhecido pela produção de cana-de-açúcar, que ocupa 96% da área total (14.090 ha) e foi responsável por 91% do VBP total do projeto em 2019 (FIGURA 2), somando R$ 119 milhões.

Os lotes empresariais ocupam 98% da área do projeto (14.333 ha) e além da cana-de-açúcar produzem manga e uva, mas em menor escala, apenas nos 1,7% de área restante desses lotes (243 ha).

Já os lotes familiares, que representam apenas 2% da área cultivada (255 ha) no projeto, apresentam uma maior diversidade de culturas e entre as principais estão a manga, o maracujá, a cebola, o coco e a banana.

Conforme observado na Figura 1, desde 2016 o VBP vem aumentando sendo observado no último ano uma pequena queda de 6%, passando para R$ 131 milhões.

Os principais sistemas de irrigação utilizados são o de superfície, gotejamento, microaspersão e aspersão.

Potencialidades

Estima-se a geração de 14.588 empregos diretos e 21.881 empregos indiretos, com uma produção de 1.626.470 t em 2019.

Documentos:

Plano Operativo Anual (POA) 2021 - Tourão (arquivo PDF)