conteúdo

Barreiras do Norte

por Antônio Luiz de Oliveira Correa da Silva publicado 30/07/2018 18h20, última modificação 24/06/2022 14h37

Localização: Município de Barreiras - BA – Médio São Francisco
Polo de Desenvolvimento: Barreiras
Área irrigável total: 1.962 ha
Área irrigável ocupada: 1.450 ha (760 ha — lotes familiares; 578 ha — lotes empresariais; 5 ha — outras)
Fonte hídrica: Rio Grande
Vazão outorgada vigente: 35.154.847 m3.ano-1
Investimento até 2021: R$ 397.544.871,83
Dados da infraestrutura: 46 km de adutoras; 18 km de drenos. 28 km de estradas; 1 estação de bombeamento
Início de funcionamento: 1999
Início da cogestão: em processo

O PPI Barreiras Norte foi implantado em 1999, derivando água do Rio Grande a jusante da cidade de Barreiras. A Estação de Bombeamento Principal (EBP) fica na sua margem direita do rio e irriga o mesmo lado, entregando água aos lotes de pequenos produtores e empresários para irrigação pressurizada coletiva. O Projeto Irrigado entrou em operação no mês de junho de 2000, com 110 lotes familiares (964 ha) e 45 lotes empresariais (777 ha) (CODEVASF, 1999). Atualmente possui 107 lotes familiares ocupados e 28 empresariais, totalizando 1.359 ha.

Produção agrícola

  

Barreiras Norte_VBP.jpgFigura 1: Evolução do Valor Bruto de Produção do projeto de Barreiras Norte entre os anos 2016 e 2021.
Fonte: Do autor, 2022.

 

 

Barreiras Norte_culturas.jpgFigura 2: Principais espécies cultivadas no projeto Barreiras Norte, de acordo com o VBP, no ano de 2021.
Fonte: Do autor, 2022.

 

Características da Produção 

Há predominância das explorações de fruticultura, com destaque para banana que contribui com 76% do VBP, seguida pela cultura da uva que representa 5%, mamão com 4%, mandioca com 3% e demais culturas que juntas representam 10% do VBP do projeto (Figura 1). 

 Como pode ser observado na Figura 2, em 2017 e 2018 houve uma redução do VBP dos lotes familiares, em relação ao ano de 2016, apresentando tendência de crescimento, embora lento, nos anos seguintes. O mesmo ocorreu com os lotes empresariais, entretanto, diferente do que ocorreu com os lotes familiares, o retorno do crescimento do VBP só foi observado a partir de 2020.

Em valores totais (familiar + empresarial), a redução do VBP nos anos de 2017 e 2018 fica mais evidente. Essa redução do VBP deve-se a redução do preço da banana, principal cultivo do projeto. Além da redução do preço da tonelada da banana em 2017, em 2018 houve aumento da área cultivada com a cultura no país, levando a uma nova redução geral dos preços devido ao aumento da oferta, refletindo no ano seguinte (2019).

Em 2020 e 2021 houve aumento de preço da cultura da banana com consequente aumento do VBP do projeto.

As culturas temporárias têm uma baixa representatividade no projeto se restringindo a 10% da área cultivada no projeto e participando com 7% de todo VBP.

Os principais sistemas de irrigação utilizados são a microaspersão e a aspersão.

 

Potencialidades

Estima-se a geração de 1.140 empregos diretos, 1.710 empregos indiretos e 388 empregos induzidos. Ao todo foram 1.140 ha de área cultivada, 17.914 t. de produtos agrícolas e R$ 25.945.889,27 de VBP, em 2021. 

 

Documentos:

Plano Operativo Anual (POA) 2021 - Barreiras Norte (arquivo PDF)