Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Codevasf fortalece agricultura familiar no semiárido piauiense com kits de irrigação
conteúdo

Notícias

Codevasf fortalece agricultura familiar no semiárido piauiense com kits de irrigação

publicado: 26/08/2021 12h06, última modificação: 26/08/2021 16h52

Dom InocêncioCom o apoio da Codevasf, agricultores familiares do município de Dom Inocêncio, localizado no semiárido piauiense, estão colhendo os benefícios do emprego de kits de irrigação na atividade agrícola. Um grupo de 20 famílias da comunidade Moreira, da zona rural do município, investe na produção de batata-doce com o uso de kits entregues pela Companhia. A produção do tubérculo é destaque na região.

“Com o acesso aos kits de irrigação doados pela Codevasf o agricultor passou a ter mais segurança para trabalhar”, avalia Everaldino de Brito, chefe do escritório da Codevasf em Oeiras e técnico responsável pelo projeto. Além do sistema de irrigação, a empresa estruturou a atividade com outros equipamentos e com acompanhamento técnico. “Outros segmentos foram implantados na comunidade com o apoio da Companhia, como apicultura e piscicultura, mas o destaque tem sido mesmo o projeto de irrigação”, explica Brito.

O plantio direto no cultivo de batata-doce, além de milho e melancia, com uso de kit de irrigação familiar para dimensão de dois a cinco mil metros quadrados, teve início em 2014. Nove famílias estiveram inicialmente envolvidas no sistema, em campo produtivo de sementes de leguminosas e gramíneas.

Atualmente as famílias que integram o projeto vivem do que produzem no campo. O produtor Arão da Silva Santos, 59, sustenta a família com o cultivo da batata-doce e da piscicultura. “Com esse apoio da Codevasf foi gerada mais expectativa na comunidade. Por meio da produção de batata-doce, conseguimos ter uma renda que não tínhamos antes. Com esse apoio nós continuaremos desenvolvendo esse projeto”, diz o agricultor.

Na safra 2020, foram produzidas cerca de 15 toneladas, totalizando R$ 51,2 mil em receita – o preço por quilo é de R$ 3,38. A produção do tubérculo ocupa uma área de apenas 0,31 hectare, o que corresponde a produtividade de 50,4 toneladas por hectare ao ano.

Além da batata-doce, os agricultores produzem melancia, uva, maracujá, entre outras culturas. Antes do apoio da Codevasf, a comunidade vivia da pesca artesanal e do cultivo de sequeiro, apenas no período chuvoso. A distribuição de kits de irrigação com as tecnologias de irrigação por gotejamento integra as ações do Programa de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável da Codevasf, alinhado à Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

Outras ações da Codevasf no Piauí

Caminhão PiauíA Codevasf repassou recentemente caminhões com carroceria em madeira para a Associação de Produtores Rurais da Comunidade de Alto Alegre, em Santa Cruz dos Milagres, e para a Fundação Cidadania, em José de Freitas. Os veículos vão fortalecer a estrutura das entidades para o transporte de insumos e o escoamento da produção. Os veículos foram adquiridos com recursos de emenda parlamentar ao Orçamento Geral da União.

Ao todo foram beneficiadas 21 famílias de Santa Cruz dos Milagres e 30 famílias de José de Freitas, que vivem exclusivamente da produção de alimentos, como arroz, milho, feijão e melancia. "Essa ação veio para fortalecer nossa atividade e trazer progresso e melhoria da qualidade de vida para nossa gente”, afirma José Soares Damasceno, presidente da Associação Alto Alegre. De acordo com ele, antes da aquisição do caminhão o transporte da produção era feito em caminhão fretado.

O superintendente regional da Codevasf no Piauí, Inaldo Guerra, ressalta que a Companhia atua continuamente na estruturação de atividades produtivas. “A Codevasf continua na preparação para entrega de futuros equipamentos, objetivando amenizar as dificuldades enfrentadas principalmente pelos produtores em condições de maior vulnerabilidade no estado”, afirma.