Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Codevasf e Embratur preparam diagnóstico para impulsionar turismo no Baixo São Francisco
conteúdo

Notícias

Codevasf e Embratur preparam diagnóstico para impulsionar turismo no Baixo São Francisco

publicado: 25/08/2021 11h19, última modificação: 08/10/2021 17h15

Técnicos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) realizaram, neste mês de agosto, visita de prospecção técnica ao Baixo São Francisco. O objetivo é preparar um diagnóstico de produtos e atrativos turísticos e construir um banco de dados econômicos e turísticos da região, composta por áreas dos estados de Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe. A ação faz parte do acordo de cooperação técnica firmado entre as empresas neste ano para promoção do turismo rural e do agroturismo na área de atuação da Codevasf.

Turismo Baixo SF 01O ponto de partida da comitiva foi Aracaju, local de desembarque da comitiva. A partir da capital sergipana, o grupo deu início ao roteiro feito por via terrestre. Os técnicos visitaram cidades sergipanas integrantes de tradicionais pontos turísticos do estado, como Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Glória e Canindé do São Francisco.

Como parte do roteiro, o grupo visitou o Projeto Público de Irrigação Jacaré-Curituba, administrado pela Codevasf, localizado entre os municípios de Canindé do São Francisco e Poço Redondo. O projeto conta com potencial para agroecoturismo, ecoturismo, turismo rural e pesca esportiva, turismo étnico cultural e turismo de base comunitária – rede de assentamentos criativos, aproveitando a cadeia da produção associada ao turismo, como fruticultura e artesanato, além de outros atrativos, como vaquejada, cavalgadas e contemplação de pássaros na caatinga.

Um dos pontos turísticos principais visitados pelo grupo foi o município de Piranhas (AL) com potencial para fluxo do turismo regional e interestadual. Na região há complexo turístico náutico e gastronômico às margens do São Francisco, com infraestrutura de receptivo, praia fluvial, píer e atracadouros para navegações destinadas aos passeios turísticos fluviais no São Francisco destinados aos cânions de Xingó.

Vocação natural para o turismo

Turismo Baixo SF 02Como parte da visita técnica ao Baixo São Francisco, foi realizada, em Paulo Afonso (BA), reunião com prefeitos, secretários e representantes do trade turístico regional para apresentação das potencialidades turísticas da região. O evento contou com a presença do ministro do Turismo (MTur), Gilson Machado Neto. A Codevasf foi representada pelo diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação, Napoleão Casado.

“O turismo contribui para geração de emprego e renda, impactando diretamente o desenvolvimento regional. É fato notório a vocação natural do Baixo São Francisco para o turismo. Neste contexto, a Codevasf é responsável pelo desenvolvimento regional no tocante à estruturação de atividades produtivas, segurança hídrica, revitalização, preservação de recursos naturais e inclusão social produtiva da população, atividades essas inerentes e essenciais para o impulso da atividade turística local”, afirmou Napoleão Casado durante a reunião.

Após a reunião, a comitiva realizou visita técnica a Petrolândia (PE), onde embarcou no catamarã na nova orla fluvial no lago da barragem de Itaparica até a igreja submersa, ponto turístico na região. O grupo visitou a Ilha de Rarrá, localizada no São Francisco, num trecho entre Petrolândia e Glória, na Bahia.