Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Codevasf investe R$ 15 milhões para suporte a produtores rurais de seis projetos de irrigação em PE
conteúdo

Notícias

Codevasf investe R$ 15 milhões para suporte a produtores rurais de seis projetos de irrigação em PE

publicado: 02/03/2020 17h13, última modificação: 02/03/2020 17h32

Na manhã desta segunda-feira (2), o diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, esteve em Petrolândia (PE), onde assinou ordem de serviço para contratação de serviços de administração, operação e manutenção das infraestruturas de irrigação de uso comum dos Projetos Públicos de Irrigação Apolônio Sales, em Petrolândia; Barreira, em Petrolândia e Tacaratu; Icó-Mandantes, em Petrolândia e Floresta; Manga de Baixo, em Belém do São Francisco; Brígida, em Orocó; e Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista. A área irrigável total é de cerca de 10 mil hectares.

Petrolândia, PESerão investidos aproximadamente R$ 15 milhões pelo Governo Federal, durante um ano, para garantir que mais de três mil famílias possam produzir e fomentar a agricultura local. Os seis projetos públicos de irrigação integram o Sistema Itaparica no estado de Pernambuco.

“A Codevasf é uma empresa do Governo Federal responsável por executar as políticas públicas do Ministério do Desenvolvimento Regional. Portanto, quero aproveitar para reafirmar o compromisso do Presidente da República Jair Bolsonaro e do ministro Rogério Marinho em promover o crescimento sustentável da economia e a melhoria da qualidade de vida das pessoas que mais precisam”, afirmou o diretor-presidente da Codevasf.

De acordo com Misael Araújo, vice-presidente do Distrito do Projeto Fulgêncio, há expectativa de aumento da produtividade. “Hoje temos produção de banana, que é o carro-chefe, goiaba, manga, coco e alguns produtores de uva, que já usam até embalagem, gerando muitos empregos. Esses serviços de operação e manutenção serão muito positivos, pois já vínhamos sofrendo com a falta de manutenção preventiva no sistema de bombeamento e nos canais”, afirma. “Espero que seja possível aumentar a produtividade, uma vez que o projeto receba essa manutenção adequada para aumentar o fornecimento de água”, acrescenta.

Breve histórico

A Usina Hidroelétrica (UHE) de Itaparica, também denominada de Luiz Gonzaga, foi implantada pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) nos anos 1980. Ela entrou em operação com capacidade total de seis turbinas em 1990 — 1500 MW de potência instalada.

A área inundada pela usina, o lago de Itaparica, se estende por 150 km e cobre superfície de 83,4 mil hectares dos estados da Bahia e de Pernambuco. O surgimento do lago resultou no reassentamento de Itaparica, voltado a compensar o impacto causado sobre aproximadamente 10,5 mil famílias que moravam na área inundada — 4,6 mil (cerca de 21 mil pessoas) na zona urbana e 5,9 mil (cerca de 19 mil pessoas) na área rural, entre essas 200 famílias indígenas da tribo Tuxá.

Para a realocação das populações urbanas afetadas foram construídas as cidades de Petrolândia e Itacuruba, em Pernambuco, e Rodelas, Barra do Tarrachil e Glória, na Bahia. Na década de 1990, para atendimento da população rural, foram construídos e implantados nove projetos de irrigação — a Codevasf tem sido responsável por atividades relacionadas à operação e à manutenção da infraestrutura de uso comum desses projetos.