Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Codevasf anuncia investimentos federais no Projeto de Irrigação de Luiz Alves do Araguaia, em Goiás
conteúdo

Notícias

Codevasf anuncia investimentos federais no Projeto de Irrigação de Luiz Alves do Araguaia, em Goiás

publicado: 15/10/2020 13h12, última modificação: 15/10/2020 13h12
Júnior Guimarães/Secretaria de Comunicação do Governo do Estado de Goiás

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Moreira, afirmou ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que o Projeto de Irrigação de Luiz Alves do Araguaia, em São Miguel do Araguaia (GO), receberá investimentos do governo federal para retomada das obras de implantação da segunda etapa do empreendimento em 2021. O anúncio ocorreu na quarta-feira (14) durante visita técnica ao projeto para alinhar as ações.

Codevasf anuncia investimentos federais no Projeto de Irrigação de Luiz Alves do Araguaia, em GoiásO Projeto de Irrigação de Luiz Alves do Araguaia, localizado no noroeste goiano, em implantação pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa/GO), já conta com financiamento da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e contará, a partir de 2021, com o apoio técnico da Codevasf – entidades vinculadas ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

“Queremos fazer com que essa infraestrutura de produção seja rapidamente repassada aos produtores rurais e que venha ampliar a produção de arroz, já que Goiás hoje está com a produção bem aquém daquilo que já consumimos”, destacou o governador Ronaldo Caiado.

De acordo com o Governo de Goiás, a primeira etapa do projeto foi concluída em 2001 e hoje abrange uma área aproximada de dois mil hectares, beneficiando 36 produtores. No local é produzido arroz, entre os meses de outubro e abril, e soja, para produção de sementes, entre maio e setembro.

Ainda segundo o governo do estado, na segunda etapa já foram entregues mil hectares irrigados. Com a retomada das obras, que estão paralisadas desde 2010, serão irrigados mais três mil hectares. Assim, o projeto de irrigação totalizará quase sete mil hectares. A conclusão do empreendimento beneficiará mais 60 produtores.

“Estamos presentes desde o início. Já temos R$ 52 milhões empenhados e conseguimos segurar este recurso para manter o projeto vivo, graças também ao trabalho competente da secretaria [Seapa/GO] e do governador”, afirmou o superintendente da Sudeco, Nelson Vieira Fraga Filho.

O objetivo é fortalecer e incrementar a produção de arroz no estado, a partir do método por inundação, que já ocupa 16 mil hectares no estado. Ao todo, são 350 mil hectares de área irrigada em Goiás. “Estamos aqui para que a gente possa construir saídas e caminhos, que nos direcionaram para retomada das obras que se encontram há muitos anos paralisadas”, disse o secretário da Seapa/GO, Antônio Carlos de Souza Lima Neto.

*Com informações da Secretaria de Comunicação do Governo do Estado de Goiás

Foto: Júnior Guimarães