Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Codevasf estrutura comunidades rurais para desenvolvimento de atividades produtivas e convivência com a seca
conteúdo

Notícias

Codevasf estrutura comunidades rurais para desenvolvimento de atividades produtivas e convivência com a seca

publicado: 01/10/2019 12h39, última modificação: 03/10/2019 17h51

Comunidades rurais do Norte de Minas Gerais estão mais bem estruturadas para desenvolver atividades produtivas e conviver com a longa estiagem na região. A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), por meio da superintendência regional de Montes Claros, repassou diversos equipamentos agrícolas e outros itens para prefeituras e associações de pequenos produtores rurais dos municípios de Brasília de Minas, Montes Claros, Chapada Gaúcha, São João do Pacuí, Ibiaí, Bocaiúva, São Francisco, Várzea da Palma e Buritís. 

Equipamentos MGNa lista de bens entregues estão tratores agrícolas, grades aradoras, distribuidores de calcário e sementes, ensiladeiras/picadeiras, carretas agrícola, plantadeiras, roçadeiras de arrasto, caixas d'água, canos pvc, bombas submersas, caminhões-pipa e de carroceria, kits de apicultura e de corte e costura. 

Na aquisição do material, foram investidos aproximadamente R$ 580 mil, provenientes de emendas parlamentares, beneficiando em torno de 80 mil moradores de pequenas comunidades rurais. “Com essas ações, a Codevasf não só está aliviando os efeitos das longas estiagens que assolam o semiárido mineiro, mas também dando condições para o aumento da área cultivada pela agricultura familiar. Outro resultado esperado é o combate à desigualdade e à pobreza no meio rural com maior segurança hídrica e alimentar”, explica o superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Fernando Britto, durante a solenidade de assinatura dos termos de doações, na última quinta-feira (26/09), em Montes Claros (MG). 

O evento contou com a participação de prefeitos dos municípios beneficiados e vários representantes das comunidades rurais atendidas pela ação do Governo Federal. Para o prefeito de Ibiaí, Larravardierie Batista Cordeiro, o recebimento de um trator e implementos agrícolas será de grande valia no incremento da agricultura comunitária em seu município, que tem grande afinidade com a agricultura familiar e a pecuária de leite. "Vamos começar, ainda neste ano, o preparo da terra, aproveitando um pouco das chuvas que muito em breve começarão a cair na nossa região", comenta Cordeiro. 

Já para Eduardo Monteiro de Morais, prefeito do município de Várzea da Palma, o recebimento de um caminhão-pipa irá atender 25 comunidades rurais e mais alguns bairros da sede do município. Na região, os rios, córregos e lagoas, antes perenes, estão completamente secos. "Serão mais de 40 mil pessoas beneficiadas com o recebimento desse caminhão. Tem comunidade que falta água até mesmo para consumo humano e doméstico. Agora, teremos condições de amenizar essa situação", comemora Morais.