Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Codevasf e Embrapa promovem oficina sobre cultivo de coco
conteúdo

Notícias

Codevasf e Embrapa promovem oficina sobre cultivo de coco

publicado: 30/08/2019 15h56, última modificação: 30/08/2019 15h57

Cerca de 30 agricultores do projeto público de irrigação Cotinguiba/Pindoba, no Baixo São Francisco Sergipano, participaram de uma oficina sobre manejo de adubação para cultura do coco anão. A capacitação foi promovida nesta semana pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em conjunto com a Embrapa Tabuleiros Costeiros.

Codevasf e Embrapa promovem oficina sobre cultivo de cocoA oficina foi ministrada por Lafayette Franco Sobral, pesquisador da Embrapa Tabuleiros Costeiros. A programação contou com palestra inicial, realizada no auditório do distrito de irrigação, e atividade de campo em um lote do projeto Cotinguiba/Pindoba. Os agricultores foram orientados sobre questões como o manejo correto de adubação de coqueiro e a análise de solos.

A chefe da Unidade Regional de Apoio à Produção da Codevasf em Sergipe, Patrícia Maia, disse que a atividade contribuiu para que os irrigantes conheçam melhores práticas de cultivo do coco, que é uma cultura importante no Cotinguiba/Pindoba. “O nosso intuito é levar conhecimento ao produtor para que ele possa fazer o manejo correto e melhorar a sua produção”, explicou.

No dia 11 de setembro, será realizada uma nova oficina, com informações sobre o controle de pragas para a cultura do coco.

Transferência de tecnologia e capacitação

A atividade integra as ações do acordo de cooperação técnica firmado entre Codevasf e Embrapa para transferência de tecnologia e capacitação de agricultores, com o objetivo de fomentar o cultivo de coco em consórcio com outras culturas.

O acordo de cooperação técnica, firmado em 2018, viabilizou a instalação de uma unidade de referência tecnológica (URT) para demonstração de tecnologias aplicadas ao cultivo do coco e formação de agricultores do Baixo São Francisco por meio de treinamentos e capacitações. A Codevasf investiu R$ 14 mil para a aquisição de mudas e insumos para a montagem da URT.