Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Superintendente da Codevasf em Pernambuco vistoria obras do Água para Todos
conteúdo

Notícias

Superintendente da Codevasf em Pernambuco vistoria obras do Água para Todos

Para acompanhar ainda mais de perto o avanço do programa Água para Todos, o superintendente da Codevasf em Pernambuco, Luís Eduardo Frota, está vistoriando as obras hídricas coordenadas pela Companhia no estado. Nessa primeira quinzena de dezembro, foram realizadas visitas de inspeção aos sistemas adutores em construção nos municípios de Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista no sertão do São Francisco, Petrolândia, Tacaratu e Jatobá, no sertão de Itaparica.
publicado: 16/12/2010 15h15, última modificação: 20/06/2018 17h10

Para acompanhar ainda mais de perto o avanço do programa Água para Todos, o superintendente da Codevasf em Pernambuco, Luís Eduardo Frota, está vistoriando as obras hídricas coordenadas pela Companhia no estado. Nessa primeira quinzena de dezembro, foram realizadas visitas de inspeção aos sistemas adutores em construção nos municípios de Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista no sertão do São Francisco, Petrolândia, Tacaratu e Jatobá, no sertão de Itaparica.

Na excursão de trabalho, Frota observou in loco o impacto socioeconômico para as comunidades beneficiadas que até hoje eram desprovidas de água tratada. De acordo com o superintendente, engenheiro civil por formação, o objetivo da vistoria é analisar aspectos técnicos das obras relacionados à sustentabilidade, eficácia e otimização.

Durante a vistoria, Frota assegurou que pendências comuns em grandes obras públicas como a liberação de áreas para implantação da rede adutora e construção das estações de tratamento já estão sendo resolvidas pela empresa com a colaboração dos moradores atendidos pelo Água para Todos.

Por fim, ele destacou que as obras do programa já estão provocando um crescimento imobiliário e isso acontece porque os sistemas de abastecimento estão sendo readaptados para contemplar residências que não existiam durante a elaboração dos projetos básicos.