Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Seminários discutem fortalecimento da aquicultura em Alagoas
conteúdo

Notícias

Seminários discutem fortalecimento da aquicultura em Alagoas

Para aprofundar a articulação entre instituições públicas e privadas e difundir novas tecnologias na área de aquicultura, Codevasf, Sebrae/AL e Governo de Alagoas, por meio das secretarias de Estado da Pesca e da Aquicultura (Sepaq) e do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), realizam, entre os dias 29 e 31 de agosto, o V Seminário Alagoano de Piscicultura e o VI Seminário Alagoano de Maricultura, no Centro de Convenções Teatro Ruth Cardoso, em Maceió.
publicado: 26/08/2011 16h23, última modificação: 20/06/2018 17h11

Para aprofundar a articulação entre instituições públicas e privadas e difundir novas tecnologias na área de aquicultura, Codevasf, Sebrae/AL e Governo de Alagoas, por meio das secretarias de Estado da Pesca e da Aquicultura (Sepaq) e do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), realizam, entre os dias 29 e 31 de agosto, o V Seminário Alagoano de Piscicultura e o VI Seminário Alagoano de Maricultura, no Centro de Convenções Teatro Ruth Cardoso, em Maceió. Participam ainda da organização o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), o Instituto Federal de Educação de Alagoas (Ifal), a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o Senac/AL e a Embrapa.

O evento está dividido em duas partes. Na primeira, que acontecerá na segunda-feira (29), ocorrerão atividades de capacitação nos turnos da manhã e tarde, nas dependências do centro de convenções. Serão seis minicursos: processamento de pescado, piscicultura orgânica, piscicultura ornamental, piscicultura marinha, fabricação de ração com ingredientes alternativos e tratamento de efluentes em piscicultura.

Haverá, ainda, uma oficina sobre boas práticas na manipulação de pescado, realizada pela manhã e à tarde, e o curso “Culinária com pescado cultivado, com ênfase no tambaqui, tilápia e ostras”, ambos ministrados por instrutores do Senac/AL nas dependências do centro de formação da unidade em Maceió. O curso tem carga horária de 20 horas e será realizado nos três dias do evento.

Na segunda parte do evento, que ocorre na terça (30) e na quarta (31), serão realizados os seminários. Na terça-feira, os participantes discutirão os temas “Políticas públicas para o desenvolvimento da aquicultura”e “Piscicultura no São Francisco”, que contarão com palestras de técnicos da Codevasf.

No primeiro tema, no período da manhã, a gerente substituta de Desenvolvimento Territorial da Codevasf, Izabel Aragão, fará uma exposição sobre as ações da Codevasf para o fomento à piscicultura em Alagoas. Já no segundo tema da terça, a Codevasf defenderá, no período da tarde, o potencial para cultivos de espécies nativas do rio São Francisco com o engenheiro de pesca da companhia, Álvaro Albuquerque, e apresentará o cenário da piscicultura no São Francisco com o engenheiro de pesca Charles Fabian.

“As atividades aquícolas nos municípios do Baixo São Francisco são altamente expressivas para a economia local. Hoje temos importantes oportunidades de negócios, seja no âmbito familiar ou empresarial, ofertadas pelo meio ambiente natural, como os rios que banham a região, ou construídas por meio de políticas públicas, como o apoio da Codevasf à disseminação da criação de peixes em tanques-rede no rio São Francisco e o Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba, que produz tecnologia para aplicação no setor. Nos três dias de eventos, pretendemos discutir e fazer avançar tecnologias, arranjos institucionais e novas oportunidades de negócios na aquicultura”, explicou o superintendente regional da Codevasf em Alagoas, Antônio Nélson de Azevedo.

Para informações e inscrições, os interessados podem entrar em contato com a organização do evento pelo endereço eletrônico inscricoes@al.sebrae.com.br ou pelos telefones 0800 5700 800 ou (82) 3551-2570.