Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Revitalização do São Francisco será discutida na Bahia
conteúdo

Notícias

Revitalização do São Francisco será discutida na Bahia

O Grupo de Trabalho (GT) do São Francisco promove nos dias 27 e 28 de setembro, o seminário “Olhares sobre a Revitalização da Bacia do São Francisco”, em Salvador, na Bahia
publicado: 27/09/2007 08h24, última modificação: 20/06/2018 17h08


O Grupo de Trabalho (GT) do São Francisco promove nos dias 27 e 28 de setembro, o seminário “Olhares sobre a Revitalização da Bacia do São Francisco”, em Salvador, na Bahia.  O objetivo é apresentar às comunidades tradicionais e à sociedade civil as ações desenvolvidas pelos Ministérios da Integração Nacional e do Meio Ambiente e o Ibama em prol da revitalização da bacia do rio São Francisco. O evento será realizado das 8h30 às 18h, no auditório do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e contará com a participação do diretor da Área de Revitalização da Codevasf, Jonas Paulo Neres, no debate sobre as experiências em revitalização. 

Segundo o diretor-geral da Superintendência de Recursos Hídricos do Estado da Bahia (SRH) e coordenador do GT do São Francisco, Júlio Rocha, o seminário visa agregar a diversidade dos setores sociais e construir uma análise crítica do modelo de desenvolvimento sócio-econômico da bacia, sua biodiversidade e suas gentes. “O nosso interesse é a revitalização do rio para que as comunidades tenham acesso à água e esta será a oportunidade de analisar as ações concretas do processo”, afirmou.

GT do São Francisco

O Grupo de Trabalho do São Francisco foi instituído pelo governador Jaques Wagner por meio de decreto em 9 de março de 2007 para acompanhar, na Bahia, as ações do governo federal na bacia do rio São Francisco referentes à sustentabilidade hídrica, ao saneamento ambiental e ao acesso à água.

Além disso, o GT visa intermediar o diálogo da sociedade com os órgãos públicos e com os atores sociais (comunidades tradicionais, quilombolas, indígenas e ribeirinhos). Ele é composto por diversas secretarias do governo do Estado da Bahia.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Depto. de Revitalização de Bacias Hidrográficas (Ministério do Meio Ambiente)