Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Pronunciamento Ministro da Integração Nacional
conteúdo

Notícias

Pronunciamento Ministro da Integração Nacional

Ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, faz pronunciamento em cadeia nacional sobre o Projeto São Francisco
publicado: 01/09/2007 20h22, última modificação: 20/06/2018 17h08

Começa a virar realidade um dos maiores projetos sociais da história do Brasil. A interligação do rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste vai beneficiar 12 milhões de pessoas que vivem em algumas das regiões mais pobres do país. Com o Projeto São Francisco, o Brasil todo sairá ganhando. Um país mais justo é melhor para todos.

As principais obras do Projeto São Francisco são dois canais de água, chamados de Eixos Norte e Leste, que serão construídos bem próximos de onde o rio se mistura com o mar. Esses canais irão bombear apenas 1,4% da água despejada no oceano. Essa água será distribuída por adutoras já existentes e outras que estão sendo construídas, levando água de beber e de plantar aos nossos irmãos e irmãs que vivem no semi-árido.

Tecnicamente, a retirada de águas que será feita pelo Projeto São Francisco é uma solução bastante conhecida. No Brasil e no mundo, existem muitas outras obras como essa.O abastecimento para a população de Aracaju, por exemplo, já vem de uma transposição de águas do rio São Francisco, que percorre 100 quilômetros até chegar à capital sergipana, situada fora da bacia.

É preciso levar água para quem vive na seca, mas é preciso também trabalhar pela revitalização do Velho Chico. E isso já vem sendo feito, desde a nascente e ao longo do rio, incluindo seus afluentes. O Ministério da Integração Nacional já assinou mais de R$ 1 bilhão de reais em protocolos de obras de esgotamento sanitário, de reposição de mata ciliar e proteção de nascentes, de contenção das margens e dragagem para corrigir o assoreamento e viabilizar a hidrovia do São Francisco.

Há também o Água Para Todos, projeto que prevê o abastecimento de água para populações rurais que vivem às margens do rio São Francisco, mas que não têm acesso à água. Essas obras também estão sendo feitas.
O Projeto São Francisco é, portanto, um grande programa de desenvolvimento sustentado do semi-árido: unindo desenvolvimento e preservação ambiental, rompendo o atraso, garantindo dignidade.

Se houvesse alternativa melhor, é claro que seria adotada pelo Governo. Mas não há. O que há são alternativas complementares e estas estão sendo realizadas também. A transferência de águas do São Francisco é a solução tecnicamente viável, que agregada a outras, enfrentará finalmente o histórico problema da seca.

As obras do Projeto São Francisco já começaram! E a determinação do Governo Federal em tornar esse projeto uma realidade vem da certeza de que a obra vai gerar riqueza no Nordeste, diminuir as desigualdades regionais e ajudar o Brasil a ser um país melhor, mais justo e mais produtivo.
Muito Obrigado