Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Projeto Amanhã promove inclusão digital
conteúdo

Notícias

Projeto Amanhã promove inclusão digital

O Telecentro Comunitário de Nova Porterinha inicia mais um curso de capacitação profissional em informática, no âmbito do Projeto Amanhã
publicado: 23/04/2007 13h59, última modificação: 20/06/2018 17h07

Nos municípios de Nova Porteirinha e Janaúba, em Minas Gerais, um grupo de 50 jovens assistidos pelo Projeto Amanhã iniciou o curso de capacitação profissional em informática no Telecentro Comunitário de Nova Porterinha.

O curso faz parte do Programa de Inclusão Digital do Projeto Amanhã. O objetivo é oferecer aos jovens rurais, com pouca ou nenhuma possibilidade de acesso às novas tecnologias da informação, a oportunidade de se capacitarem, exercerem o direito à inclusão digital no mundo globalizado e, principalmente, ampliar as suas possibilidades de trabalho.

O curso, com duração de quatro meses e vinte dias, acontece em duas turmas - manhã e tarde de segunda a sexta, com carga horária semanal de 20h. Além do conhecimento básico de informática, os jovens estão aprendendo a manejar as ferramentas de correio eletrônico e internet. As aulas estão sendo ministradas pelo professor Adelcy Pereira de Carvalho, técnico da Prefeitura Municipal de Nova Porteirinha e responsável pela condução dos trabalhos do Projeto Amanhã no município.

Segundo Marisa Cordeiro Roque, coordenadora executiva do Projeto Amanhã, "a participação dos jovens no Programa de Inclusão Digital é de grande importância, pois muitos deles recuperam a auto-estima e encontram mais um mecanismo que garanta a ampliação do seu leque de conhecimentos".

SOBRE O TELECENTRO

O Telecentro Comunitário de Nova Porterinha foi implantado em julho de 2006 pela Superintendência Regional da Codevasf em Montes Claros com a participação de parceiros. A unidade já é considerada um centro de referência de capacitação na região. Durante este período já foram capacitados 198 jovens e, aproximadamente, 20% dos participantes já estão inseridos no mercado de trabalho da região.