Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Programa Água para Todos avança no estado de Pernambuco
conteúdo

Notícias

Programa Água para Todos avança no estado de Pernambuco

O programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e executado pela Codevasf em sua área de atuação, continua avançando na missão de universalizar o acesso à água para consumo humano e produção de alimentos.
publicado: 03/07/2012 18h35, última modificação: 20/06/2018 17h13

O programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e executado pela Codevasf em sua área de atuação, continua avançando na missão de universalizar o acesso à água para consumo humano e produção de alimentos. Na 3ª Superintendência Regional, em Pernambuco, serão instaladas 490 cisternas de polietileno para atendimento as famílias de Santa Cruz, 300 em Lagoa Grande, 1.200 em Custódia. Em Araripina, a previsão inicial de 1 mil cisternas foi ampliada para 2,1 mil famílias.

A previsão é de que, no estado de Pernambuco, sejam entregues cerca de 22,8 mil cisternas. Um dos requisitos para recebimento das cisternas é que os beneficiários sejam indicados pelo Comitê Gestor Municipal, de acordo com os critérios do CadÚnico e validados pela Codevasf. Eles têm também que participar do curso "Gestão da Água". Durante a capacitação, são prestados ensinamentos sobre o bom uso da água e os principais cuidados para manutenção das cisternas de polietileno entregues pelo programa Água para Todos.

Em Custódia, as capacitações das 1,2 mil famílias estão acontecendo desde 18 de junho, sendo que já foram instaladas 575 cisternas. Durante esta semana, haverá capacitação em Santa Maria da Boa Vista, com uma previsão de 559 famílias serem contempladas com as cisternas.  

Carlos Hermínio de Oliveira, coordenador nacional do programa Água para Todos, explica que, coube à Codevasf, como órgão executor do Ministério da Integração Nacional a instalação de cisternas visando ao atendimento de 60 mil famílias, prioritariamente no semiárido brasileiro, com recursos estimados da ordem de R$ 300 milhões. Até o momento, já foram beneficiadas 9 mil famílias e investidos  R$ 45 milhões.

Metas - O programa Água para Todos integra o Plano Brasil sem Miséria e consiste em viabilizar tecnologias de acesso a água, visando contribuir para a erradicação da miséria. A meta total do programa - que envolve, além do Ministério da Integração Nacional, mais quatro ministérios e quatro órgãos executores, além de parceria com os governos estaduais -, é beneficiar 750 mil famílias de todo o território nacional nas áreas rurais que apresentam a situação de extrema pobreza associada à carência de acesso à água, sendo prioritária a região semiárida.

Capacitação - A estratégia de execução do programa está sintetizada nos passos seguintes: identificação de municípios; criação e capacitação dos Comitês Gestores Municipais; identificação das comunidades/famílias; criação e capacitação das Comissões Comunitárias; validação e cadastramento das famílias; capacitação das famílias; instalação das cisternas; acompanhamento das tecnologias implantadas.

A capacitação dos beneficiários é realizada pela equipe de ação social da empresa contratada pela Codevasf, e somente as famílias capacitadas receberão cisternas. Segundo Lucianita Dayrell, membro da coordenação geral do Água para Todos, o investimento na capacitação das equipes da Codevasf, das empresas contratadas e notadamente dos beneficiários, é algo que tem que ser persistido na certeza de que irá qualificar melhor o programa.

Ela explica que a contrapartida do beneficiário é a escavação do buraco onde será instalada a cisterna, que é realizada em regime de mutirão, sendo escavado cerca de 80 centímetros. "A nova tecnologia de cisterna de polietileno para captação de água da chuva para consumo humano tem tido uma boa aceitação por parte dos beneficiários", acrescentou.