Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Produtores discutem Comércio Justo
conteúdo

Notícias

Produtores discutem Comércio Justo

Com o objetivo de conhecer a experiência da Associação Manga Brasil com o Fair Trade (Comércio Justo), desde a produção até a comercialização, um grupo de associados da Cooperativa dos Pequenos Produtores de Frutas de Livramento e Região (Copefrul) esteve nas instalações da Manga Brasil na semana passada.
publicado: 05/10/2011 15h03, última modificação: 20/06/2018 17h12

Com o objetivo de conhecer a experiência da Associação Manga Brasil com o Fair Trade (Comércio Justo), desde a produção até a comercialização, um grupo de associados da Cooperativa dos Pequenos Produtores de Frutas de Livramento e Região (Copefrul) esteve nas instalações da Manga Brasil na semana passada. A missão técnica faz parte do programa promovido pelo Sebrae, que visa a certificação do Comércio Justo a fim de agregar valor aos seus produtos e motivar os cooperados com a experiência da organização e conquista do Selo Verde – Categoria Diamante, pelas boas práticas ambientais.

“Nós estamos no processo dessa certificação e a Manga Brasil já possui esse Certificado, o que poderia transmitir alguma experiência para nos auxiliar nesse processo”, afirmou o Gerente Finançeiro da Copefrul, Joel Caires Cordeiro.

Para a engenheira agrônoma da 6ª superintendência regional da Codevasf em Juazeiro (BA), Greice Dias, a troca de informações que ocorreu entre os participantes da visita foi o resultado esperado por todos, “os associados da Copefrul demonstraram muita satisfação com a experiência repassada pelos produtores da Manga Brasil, Codevasf e Sebrae”, disse.

“Essa visita faz visa a troca de informações, sendo que a Copefrul ainda não possui o certificado de Comércio Justo e essas informações podem ajudar a orientar os produtores no momento da auditoria. O projeto todo visa a área de marketing, acesso a mercado, visitas técnicas, participação em eventos e criação de feiras locais”, finalizou.

Fair Trade

Comércio justo (Fair Trade em inglês) é um dos pilares da sustentabilidade econômica e ecológica (ou econológica, como vem sendo chamada). Trata-se de um movimento social e uma modalidade de comércio internacional que busca o estabelecimento de preços justos, bem como de padrões sociais e ambientais equilibrados, nas cadeias produtivas.

Os produtos com a certificação Fair Trad garantem uma produção socialmente justa sem utilização de mão-de-obra escrava e infantil, ambientalmente correta na utilização de boas práticas agrícolas e economicamente rentável, facilitando o acesso ao mercado.