Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Preservação da caatinga em Sergipe é alvo de parceria entre Codevasf e governo do estado
conteúdo

Notícias

Preservação da caatinga em Sergipe é alvo de parceria entre Codevasf e governo do estado

Uma parceria para a preservação da caatinga em Sergipe está sendo formatada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o governo sergipano por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh). Os termos da parceria irão incluir a aquisição de áreas, pela Codevasf, e sua doação ao estado para a criação de novas unidades de conservação e/ou ampliação do monumento natural Grota do Angico, situado nos municípios de Poço Redondo e Canindé do São Francisco.
publicado: 19/06/2013 12h04, última modificação: 20/06/2018 17h16

Uma parceria para a preservação da caatinga em Sergipe está sendo formatada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o governo sergipano por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh). Os termos da parceria irão incluir a aquisição de áreas, pela Codevasf, e sua doação ao estado para a criação de novas unidades de conservação e/ou ampliação do monumento natural Grota do Angico, situado nos municípios de Poço Redondo e Canindé do São Francisco.

Uma comitiva formada por técnicos da Codevasf e da Semarh/SE visitou áreas prioritárias para conservação da caatinga, localizadas nos municípios de Poço Redondo, Canindé do São Francisco e Porto da Folha, algumas próximas ao monumento natural Grota do Angico, unidade de conservação administrada pela Semarh. O próximo passo é a Codevasf realizar o levantamento fundiário das áreas, serviços que antecedem a aquisição das áreas que serão utilizadas para a preservação da caatinga.

A parceria faz parte do esforço empreendido pela Codevasf para regularizar a situação das reservas legais dos perímetros irrigados Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, no Baixo São Francisco. Atualmente, é necessário cadastrar aproximadamente 3 mil hectares. “O processo de compensação está adequado ao novo Código Florestal, que permite a formação de reserva legal em áreas fora dos perímetros irrigados”, explica o chefe da Unidade Regional de Meio Ambiente da Codevasf em Sergipe, Sérgio Hughes Carvalho.

Após a seleção e, posteriormente, aquisição das áreas por parte da Codevasf, elas serão transferidas ao estado de Sergipe. Então, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos procederá à ampliação da Unidade de Conservação Grota do Angico, caso as áreas selecionadas estejam próximas ao monumento natural, ou fará a criação de novas unidades estaduais para a preservação da caatinga.

Desde o ano passado, a Codevasf vem buscando firmar parcerias com os estados dentro de sua área de atuação para a preservação da caatinga. O pontapé inicial foi dado em abril de 2012, durante um evento do Ministério do Meio Ambiente para comemorar a Semana da Caatinga, em Petrolina (PE). Na ocasião, foi realizada uma oficina para direcionar ações conjuntas entre o governo federal e estados para a criação de unidades de conservação com vistas a aumentar a área protegida desse bioma.

Crédito da foto: Sidney Gouveia

Ouça a notícia da Rádio Codevasf:
http://www.codevasf.gov.br/principal/promocao-e-divulgacao/central-de-radio/materias-e-entrevistas-2013/16-preservacao-da-caatinga-em-sergipe-e-alvo-de-parceria-entre-codevasf-e-governo-do-estado.mp3