Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Piscicultores recebem doação de alevinos
conteúdo

Notícias

Piscicultores recebem doação de alevinos

Cerca de quarenta piscicultores familiares do município de Igreja Nova no Baixo São Francisco alagoano receberam da Codevasf a doação de 22 mil alevinos das espécies Tambaqui e Curimatã Pacu, mais conhecida como Xira.
publicado: 21/12/2010 09h51, última modificação: 20/06/2018 17h10

Cerca de quarenta piscicultores familiares do município de Igreja Nova no Baixo São Francisco alagoano receberam da Codevasf a doação de 22 mil alevinos das espécies Tambaqui e Curimatã Pacu, mais conhecida como Xira. As doações pretendem dinamizar a economia da região com o incentivo à piscicultura como complemento às atividades agropecuárias tradicionais como a criação de gado leiteiro, o arroz e a cana de açúcar.

Foram beneficiados piscicultores familiares de duas associações: a Associação de Produtores Rurais do Povoado Alecrim e a Associação dos Produtores Rurais do Povoado Jenipapo. “O trabalho da Codevasf em apoiar os pequenos produtores é reconhecido por todos aqui. Daí solicitamos à Empresa a doação dos alevinos para que pudéssemos completar a renda dos agricultores. Também estamos mirando no peixe da semana santa. Até lá, vamos fazer nosso trabalho”, comemorou Leandro Batista, uma das lideranças dos pequenos produtores rurais de Igreja Nova.

RESULTADO - A piscicultura já é desenvolvida na região com apoio da Codevasf e muitos piscicultores familiares começam a colher bons peixes. “Eu já tive muitos resultados. Hoje tenho um dinheiro maior com os peixes e complemento com outras culturas. Planto cana, crio galinha e vaca, mas o peixe está se tornando melhor de trabalhar”, declarou o produtor rural Luiz Gonzaga Brasil, no momento em que o superintendente regional da Codevasf em Alagoas, Antônio Nélson de Azevedo, orientava os piscicultores sobre como melhorar os resultados do cultivo de peixes.

O superintendente da Codevasf ressaltou junto aos produtores a necessidade de manter a companhia informada sobre o desenvolvimento dos cultivos de peixes. “Precisamos acompanhar esses cultivos para garantir maior sucesso. O que estamos investindo aqui certamente irá proporcionar resultados, que fortalecerão o desenvolvimento do homem no campo e promoverão a segurança alimentar de suas famílias”, defendeu.

Os alevinos distribuídos em Igreja Nova foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba (Ceraqua), centro tecnológico da Codevasf situado no município alagoano de Porto Real do Colégio. Antes da entrega das bolsas contendo os alevinos, o engenheiro de pesca Álvaro Albuquerque, chefe do Centro, repassou algumas orientações técnicas sobre a criação de curimatãs pacu e tambaquis em açudes.