Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Peixamento da Codevasf encerra Semana de Meio Ambiente da Usina Coruripe (AL)
conteúdo

Notícias

Peixamento da Codevasf encerra Semana de Meio Ambiente da Usina Coruripe (AL)

Cerca de um milhão de peixes de espécies nativas do rio São Francisco foram inseridos nesta quinta-feira (31) pela Codevasf na barragem Coruripe I, localizada no município de Teotônio Vilela (AL). O peixamento finalizou a 7ª Semana Interna de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Usina Coruripe e deve beneficiar piscicultores familiares da Associação de Piscicultores Familiares do Povoado Cachoeiras, que utilizam a barragem para atividades de piscicultura que geram renda e segurança alimentar para a comunidade.
publicado: 01/06/2012 13h07, última modificação: 20/06/2018 17h13

Cerca de um milhão de peixes de espécies nativas do rio São Francisco foram inseridos nesta quinta-feira (31) pela Codevasf na barragem Coruripe I, localizada no município de Teotônio Vilela (AL). O peixamento finalizou a 7ª Semana Interna de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Usina Coruripe e deve beneficiar piscicultores familiares da Associação de Piscicultores Familiares do Povoado Cachoeiras, que utilizam a barragem para atividades de piscicultura que geram renda e segurança alimentar para a comunidade.

Os animais foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba, situado em Porto Real do Colégio (AL), que atua na pesquisa científica e produção de tecnologia para repovoamento do rio São Francisco, seus afluentes, açudes e barragens públicas e comunitárias.

De acordo com o superintendente regional da Codevasf em Alagoas, Luiz Alberto Moreira, foram inseridos aproximadamente um milhão de peixes das espécies xira, curimatã, piau e piaba. “Esses peixes deverão gerar renda para a comunidade de Cachoeira e segurança alimentar para as famílias. Todos que fazem a Usina Coruripe estão de parabéns por se firmar como uma agroindústria das mais modernas no Brasil ao agregar a responsabilidade socioambiental a sua atuação. Já são sete anos de sucesso da semana de meio ambiente com efetiva participação da Codevasf”, afirmou.

Sidnei dos Santos é presidente da Associação de Piscicultores Familiares do Povoado Cachoeiras, que reúne dez famílias da comunidade para desenvolvimento de atividades de piscicultura na barragem Coruripe I. Ele acompanhou o peixamento junto com os demais piscicultores familiares e já fazia planos para os peixes que foram colocados no espelho d'água da comunidade. “Nós já criamos tilápia em tanques rede. Com os peixes colocados hoje pretendemos ampliar nossa produção para vender em municípios próximos. Uma parte das tilápias que criamos no tanque são consumidas pelas famílias e a outra é vendida. Nosso plano é fazer o mesmo com a xira, a curimatã, o piau e a piaba”, declarou. As espécies inseridas pela Codevasf serão criadas soltas na barragem para atividade de pesca dos moradores.

Semana de Meio Ambiente

A Codevasf esteve presente com estande na Semana Interna de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Usina Coruripe, promovida entre os dias 29 e 31 de maio. O estande da Companhia apresentou as ações da empresa federal, com destaque para ações do Programa de Arranjos Produtivos Locais (APL), piscicultura e aquicultura e do Programa Água para Todos.

Outras instituições com atuação na área ambiental também participaram do evento com estandes, a exemplo do Ibama, Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), Batalhão Ambiental da Polícia Militar de Alagoas e a Ong Eco Mangue com atuação em Coruripe (AL).

No evento, o superintendente regional da Codevasf em Alagoas Luiz Alberto Moreira e o ex-superintendente regional da companhia no Estado Antônio Nélson de Azevedo receberam homenagens da ONG Eco Mangue de Coruripe pelo trabalho a frente da empresa pública do Governo Federal, especialmente pelo fomento da atividade de piscicultura e aquicultura no Estado de Alagoas.

A 7ª programação da Semana de Meio Ambiente da Usina Coruripe contou ainda com apresentações culturais e artísticas, palestras sobre temática da área ambiental como a que tratou de polêmicas em torno do novo código florestal, acerca dos manguezais e sobre a política nacional de resíduos sólidos. O peixamento realizado pela Codevasf na quinta-feira (31/05) encerrou o evento.