Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Peculiaridades do Vale do São Francisco são atração em evento nacional de Ciência e Tecnologia
conteúdo

Notícias

Peculiaridades do Vale do São Francisco são atração em evento nacional de Ciência e Tecnologia

Manga, goiaba, uva, mamão, banana e melancia. Exemplares de frutas produzidas em perímetros irrigados do Vale do São Francisco estão expostos no estande coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014), no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade em Brasília.
publicado: 15/10/2014 15h06, última modificação: 20/06/2018 17h18

Manga, goiaba, uva, mamão, banana e melancia. Exemplares de frutas produzidas em perímetros irrigados do Vale do São Francisco estão expostos no estande coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014), no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade em Brasília.

O tema desta edição, “Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social”, tem como proposta popularizar e incentivar a produção científica e a inovação, com ênfase no desenvolvimento de soluções para o campo social.

O balanço mais recente produzido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), vinculada ao MI, constatou que o volume de produção em 26 perímetros cresceu entre 2012 e 2013. Foram produzidas 2,96 milhões de toneladas de itens agrícolas no ano passado, sobretudo frutas, em uma área cultivada de 90,9 mil hectares. O crescimento é de 10,5% em relação ao ano anterior, quando 2,68 milhões de toneladas foram produzidas.

A área cultivada passou de 84,4 mil para 90,9 mil hectares – cerca de seis mil hectares a mais. Já o valor bruto de produção (VBP) cresceu 14% em relação a 2012, alcançando R$ 1,72 bi.

Ossos de preguiça gigante

Além de exemplares de frutas, o estande do Ministério da Integração Nacional apresenta durante o evento objetos de grupos pré-históricos da região do Vale do Rio São Francisco. Ossos de uma preguiça gigante (Eremotherium sp.), além de pontas de flechas de pedra, feitas por grupos pré-históricos que viviam na região do Vale do Rio São Francisco, são destaques.

O animal, que tinha aproximadamente seis metros de altura, viveu no Brasil há quase 12 mil anos. A ossada foi achada no sítio Lagoa Uri de Cima, perto de Salgueiro (PE), durante o trabalho de identificação e salvamento de bens arqueológicos do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).

Sobre a Semana

O tema desta edição, "Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social", tem como proposta popularizar e incentivar a produção científica e a inovação, com ênfase no desenvolvimento de soluções para o campo social. Para a SNCT 2014, foram cadastradas 30.922 atividades de 470 instituições, oriundas de 439 cidades brasileiras.

No Distrito Federal a Semana funciona das 8h às 18h, com exceção da quinta-feira (16), quando terá o horário estendido até as 21h para atendimento do público no horário noturno.

O evento tem entrada gratuita e conta com transporte de graça e exclusivo a partir da rodoviária do Plano Piloto. O ônibus gratuito sai de 40 em 40 minutos, das 7h30 às 18h, da plataforma inferior A, box da TCB.

Mais informações, como a programação nacional e/ou local, podem ser conferidas no site oficial da SNCT 2014 (http://semanact.mcti.gov.br/web/snct2014).

*Com informações do Ministério da Integração Nacional (www.integracao.gov.br)

Foto: Adalberto Marques/MI

Veja fotos ilustrativas no Flickr da Codevasf:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157648754287741/