Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Palestra sobre Projeto Salitre no Acre
conteúdo

Notícias

Palestra sobre Projeto Salitre no Acre

Com o título “Projeto Salitre, Inovação, Tecnologia e bons Negócios”, foi realizada na cidade de Rio Branco, no Acre, uma palestra sobre as potencialidades do Projeto Salitre não só para a região do Vale do São Francisco, mas também para todo o nordeste do país.
publicado: 10/12/2010 15h54, última modificação: 20/06/2018 17h10

Com o título “Projeto Salitre: inovação, tecnologia e bons negócios”, foi realizada em Rio Branco, no Acre, uma palestra sobre as potencialidades do Projeto Salitre não só para a região do Vale do São Francisco, mas também para todo o nordeste do país.

A apresentação foi feita pelo engenheiro agrônomo da Superintendência Regional da Codevasf em Juazeiro (BA), João Santana Tosta, e fez parte da programação do Encontro Nacional das Centrais de Abastecimento do país, promovido pela Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento – Abracen.

O evento, que abordou o tema “O Acre na discussão do abastecimento alimentar no Brasil”, foi realizado de 1 a 3 de dezembro no auditório da Secretaria Estadual de Assistência Técnica e Agroflorestal de Rio Branco e reuniu representantes das Ceasas dos estados do Espírito Santo, Brasília, Rio de Janeiro, Pernambuco, Alagoas e Bahia.

Na oportunidade, o presidente da Abracen, João Alberto Paixão, fez o lançamento da terceira edição da revista Abastecer Brasil, considerada uma das mais especializadas no setor de comercialização de hortifrutigranjeiros. A central de Abastecimento de Rio Branco é a mais nova entidade associada a Abracen em funcionamento no país.

Segundo João Tosta, representante da Codevasf no evento, “o convite feito pela Abracen abriu um ótima oportunidade de mostrarmos as potencialidades futuras do Projeto Salitre não só para o nordeste, mas também para as demais regiões. Encontros como esse servem para divulgar o trabalho que será feito pelos agroempreendedores do Salitre e aproximar produtores e distribuidores, fortalecendo a cadeia de comercialização dos produtos hortifrutigranjeiros produzidos em Juazeiro”.

Tosta acrescentou que “houve muito interesse dos investidores e distribuidores que participaram do encontro em conhecer pessoalmente o Projeto Salitre. Os dirigentes das Ceasas do Rio de Janeiro e do Espírito Santo já agendaram uma visita à região no início do ano que vem”.

Segundo dados da Abracen, no Brasil há 41 Ceasas e 72 entrepostos comerciais, presentes em 22 estados, gerando 200 mil empregos diretos. Eles movimentam cerca de 17 milhões de toneladas de produtos hortifrutigranjeiros, com um faturamento estimado em quase 10 milhões de dólares por ano.