Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Obras da Adutora do Algodão seguem em ritmo acelerado
conteúdo

Notícias

Obras da Adutora do Algodão seguem em ritmo acelerado

A Adutora do Algodão, considerada uma das obras mais importantes e aguardadas do vale do São Francisco, já está em fase acelerada de construção. Dos 73,8 km de adução principal, 28 km de tubulação de 600mm já foram instalados, além de 10 km de tubulação de 200mm – de um total de 12km –, que serão utilizados para a derivação no trecho para a cidade de Iuiú (BA).
publicado: 20/07/2011 09h00, última modificação: 20/06/2018 17h11

A Adutora do Algodão, considerada uma das obras mais importantes e aguardadas do vale do São Francisco, já está em fase acelerada de construção. Dos 73,8 km de adução principal, 28 km de tubulação de 600mm já foram instalados, além de 10 km de tubulação de 200mm – de um total de 12km – que serão utilizados para a derivação no trecho para a cidade de Iuiú (BA).

As obras iniciaram há cerca dois meses e também já contam com intervenções civis na Estação de Tratamento de Água, na comunidade de Julião, município de Malhada (BA). As lajes de fundo do decantador, regularizador, floculador e filtros já foram concretados e já estão começando as obras da parte estrutural, partindo do decantador.

Os serviços de acesso e desmatamento da área da captação, também em Malhada, já foram concluídos, e a construção e montagem dos equipamentos iniciarão em breve. Também já chegaram os tubos e foram liberados os projetos para a derivação do trecho para a comunidade de Mutans, em Guanambi (BA).

Como recomendação da Codevasf, a empresa contratada está utilizando a mão-de-obra local para execução dos serviços. Atualmente, 115 pessoas estão trabalhando. O total a ser contratado será de 300 pessoas, todas provenientes das cidades onde estão sendo executadas as obras, valorizando, assim, os profissionais da região e gerando emprego e renda.

O engenheiro José Oliveira, gerente de contratos da Hydros Engenharia, empresa que fez o projeto básico e executivo da adutora, afirma que, devido ao ritmo acelerado, a obra cumprirá fielmente o prazo de 12 meses, devendo ser entregue aos 250 mil beneficiários em 2012.

ADUTORA DO ALGODÃO – A Adutora do Algodão é uma obra realizada pela Codevasf em convênio com o Governo do Estado da Bahia por meio da Embasa. No total, serão investidos R$ 110 milhões. O valor do convênio que repassa recursos para a execução da Embasa é de R$ 76 milhões, dos quais já foram liberados R$ 30 milhões. A obra terá captação no rio São Francisco, mais precisamente na cidade de Malhada, e tratamento na comunidade de Julião. Serão atendidas 250 mil pessoas em nove municípios da microrregião de Guanambi, no médio São Francisco baiano. No total, o empreendimento terá 235 km de tubulações.