Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Lançado edital para contratação de obras da primeira barragem do Projeto Jequitaí (MG)
conteúdo

Notícias

Lançado edital para contratação de obras da primeira barragem do Projeto Jequitaí (MG)

Foi divulgado na última quarta-feira (16), no Diário Oficial da União, o aviso de licitação para execução das obras civis de construção da Barragem de Aproveitamento Múltiplo de Jequitaí 1. O edital completo estará disponível, a partir de hoje (18), no site da Codevasf (www.codevasf.gov.br) e no portal de compras do governo federal (www.comprasnet.gov.br). As propostas devem ser entregues até as 15 horas do próximo dia 20 de dezembro, na sede da Companhia em Brasília.
publicado: 18/11/2011 17h36, última modificação: 20/06/2018 17h12

Foi divulgado na última quarta-feira (16), no Diário Oficial da União, o aviso de licitação para execução das obras civis de construção da Barragem de Aproveitamento Múltiplo de Jequitaí 1. O edital completo estará disponível, a partir de hoje (18), no site da Codevasf (www.codevasf.gov.br) e no portal de compras do governo federal (www.comprasnet.gov.br). As propostas devem ser entregues até as 15 horas do próximo dia 20 de dezembro, na sede da Companhia em Brasília.

O Vale do Jequitaí, que fica entre as serras do Espinhaço e da Onça, no Norte de Minas Gerais, é um dos lugares com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado. Com a implantação e conclusão do Projeto Jequitaí, a população será beneficiada com abastecimento de água, potencial de energia elétrica, irrigação, sendo este último um fator que vai promover geração de milhares de empregos para a região.

O primeiro passo para a concretização da obra foi dado a partir da assinatura de um memorando de entendimento (12 de maio) que veio formalizar a intenção das partes envolvidas na viabilização do empreendimento. Compõem a parceria o Ministério da Integração Nacional, por meio da Codevasf; o Governo do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Fundação Rural Mineira (Ruralminas), Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado (SEAPA) e Secretaria de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas (SEDVAN), e a Internacional Finance Corporation (IFC), subsidiária do Banco Mundial.

Benefícios

O Projeto Jequitaí prevê a construção de dois barramentos visando à regularização da vazão do rio Jequitaí (de 3 para 30 m3/s), permitindo o controle de cheias, evitando-se a inundação de áreas propícias à agricultura localizadas a jusante do projeto.

O empreendimento também objetiva a formação de um reservatório de água para garantir segurança hídrica a 19 municípios da região atendidos pela concessionária estadual (COPASA – Águas de Minas S/A); a geração de 20 MW de energia e o aproveitamento hidroagrícola de cerca de 30 mil hectares irrigados, favorecendo, principalmente, a fruticultura.

A área de influência direta do Projeto Jequitaí envolve 12 municípios mineiros, totalizando uma população de 587.220 pessoas. São eles: Claro dos Poções, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Jequitaí, Lagoa dos Patos, Várzea da Palma, Pirapora, Buritizeiro, Coração de Jesus, Joaquim Felício, Bocaiúva e Montes Claros.

As atividades agrícolas a serem desenvolvidas, além dos empregos diretos gerados, fortalecerão o pequeno polo agroindustrial já existente na região. A geração de empregos de modo sustentado poderá ser viabilizada, surtindo efeitos multiplicadores por toda a economia regional. Estima-se que, uma vez concluído, o projeto será capaz de gerar cerca de 35 mil empregos diretos e 70 mil empregos indiretos.