Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Kits de irrigação doados pela Codevasf mudam a realidade de comunidade do semiárido baiano
conteúdo

Notícias

Kits de irrigação doados pela Codevasf mudam a realidade de comunidade do semiárido baiano

Os agricultores familiares da Fazenda José Alves, área de sequeiro do município de Jaborandi, situado na região do Médio São Francisco baiano, estão comemorando a melhoria das condições de vida da comunidade depois da instalação de 20 kits de irrigação doados pela Codevasf no mês de maio deste ano. O assentamento está localizado na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Bom Jesus da Lapa (BA).
publicado: 30/08/2013 12h58, última modificação: 20/06/2018 17h17

Os agricultores familiares da Fazenda José Alves, área de sequeiro do município de Jaborandi, situado na região do Médio São Francisco baiano, estão comemorando a melhoria das condições de vida da comunidade depois da instalação de 20 kits de irrigação doados pela Codevasf no mês de maio deste ano. O assentamento está localizado na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Bom Jesus da Lapa (BA).

A doação dos kits de irrigação, que têm capacidade para irrigar áreas de até 500 metros quadrados, é uma ação conjunta dos programas Água para Todos (Segunda Água) e Desenvolvimento Regional, Territorial Sustentável e Economia Solidária (Inclusão Produtiva), com o eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil sem Miséria. Os recursos são oriundos do Ministério da Integração Nacional (MI), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR).

A Associação dos Produtores Rurais da Área de Sequeiro da Fazenda José Alves conta com cerca de 60 famílias, um terço delas já contemplada com os kits. A associação foi beneficiada em abril deste ano com a doação de 28 caixas d'água de dez mil litros, no valor de R$ 45,4 mil, e de três mil tubos, no valor de R$ 18,3 mil; o objetivo foi prepará-la para o recebimento dos kits.

“Esses kits de irrigação vieram nos ajudar muito. Estamos vendo o desenvolvimento da região, graças à Codevasf, que tem ajudado, tem somado forças. Hoje, muitos produtores já não têm mais que buscar recursos fora, já têm sua própria produção de hortaliças. Tem sido um motivo de orgulho para nós”, diz Vilmar Bispo de Souza, presidente da associação.

“Nós já produzimos coentro, cebola, alho, pimentão, beterraba, cenoura, quiabo, maxixe. Dá para sobreviver, plantando direitinho dá para manter, mesmo com as despesas. Ganhamos entre 800 e 1.000 reais por mês, só com essas plantações. Depois dos kits facilitou bastante, porque era muita mão de obra para molhar. E também economiza água. A gente utiliza adubo orgânico, não usa agrotóxico, o produto é melhor e produz bem. Vendemos na feira de Santa Maria da Vitória, na de Jaborandi e também em casa, porque o pessoal que não planta também nos procura”, diz Domingos Ferreira Rodrigues, um dos produtores beneficiados com os kits.

Impulso à produção

O chefe do escritório da Codevasf em Santa Maria da Vitória (BA), Dênis Gardel, ressalta a importância dos kits para o complemento da renda dessas famílias. “A maioria dessas famílias é tradicionalmente pecuarista. Essas produções agrícolas vieram agregar, complementando a renda, e têm mudado a realidade dessas pessoas. Com os kits, estão achando uma outra fonte de renda e reforçando a própria cesta básica. Nós ainda estamos incentivando a que eles consigam fornecer os produtos para a merenda escolar do município”, afirma Dênis.

As famílias com renda per capita mensal inferior a R$ 70, público alvo do programa, recebem visita da equipe de apoio contratada pela Codevasf e, comprovada a aptidão da comunidade e a viabilidade técnica, a doação é autorizada. Depois de as famílias providenciarem o preparo da área, os kits de irrigação são instalados. Neste momento, os agricultores familiares recebem orientações de uso e começam a usufruir do kit.

Somente em 2013 foram entregues 75 kits de irrigação na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, o que representa investimento de aproximadamente R$ 40 mil. Há a previsão de que outros 215 sejam entregues até o final do ano em toda a região. Até o momento, foram entregues 17 em Bom Jesus da Lapa, nas localidades de Sítio do Janoca (3), Ilha da Canabrava (9), Lagoa do Peixe (3), Comunidade Terapêutica Vida Nova (2).

Em Serra do Ramalho foram mais sete, sendo dois na Agrovila 04, outros três na Agrovila 7 e mais dois na Barra da Impueira. Em Santa Maria da Vitória, foram três em Currais. Em Riacho de Santana, são 20 em Brejo São José e  dois na Escola Família Agrícola local (EFA Meio Ambiente). As Escolas Família Agrícola Acefarca, em Correntina, e Território da Chapada, em Seabra, receberam dois cada uma. Em Irecê, a Comunidade Terapêutica Gente Livre Maanaim, que trabalha com a recuperação de dependentes químicos, recebeu dois kits.

“Os kits de irrigação, que estão sendo instalados pela Codevasf, estão impulsionando a agricultura familiar, propiciando ocupação, geração de renda e trabalho, além de segurança alimentar às famílias beneficiadas. A doação dos kits de irrigação é uma ação de estímulo à horticultura familiar, ajudando a transformar a realidade das famílias de baixa renda que vivem na zona rural e não têm oportunidades de trabalho e de geração de renda”, diz Renato Bastos Lessa, analista em desenvolvimento regional da 2ª Superintendência da Codevasf.

Crédito da foto: Icaro Rodrigues


Ouça a notícia da Rádio Codevasf:

http://www.codevasf.gov.br/principal/promocao-e-divulgacao/central-de-radio/materias-e-entrevistas-2013/01-kits-de-irrigacao-doados-pela-codevasf-mudam-a-realidade-de-comunidades-do-semiarido-baiano.mp3