Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Inauguração de projeto de irrigação vai beneficiar assentados no Piauí
conteúdo

Notícias

Inauguração de projeto de irrigação vai beneficiar assentados no Piauí

Nesta segunda-feira (03/12) será inaugurado um projeto de irrigação que vai beneficiar famílias de assentados no município de Colônia do Gurgueia, no sudoeste do estado do Piauí, a 507 km de Teresina. A inauguração do projeto de irrigação Hildo Diniz, uma parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o governo do estado do Piauí, será realizada às 14h30, e contará com a presença do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, do governador do Piauí, Wilson Martins, do secretário nacional de Irrigação, Guilherme Orair, do presidente da Codevasf, Elmo Vaz, do superintendente regional da Codevasf, Valdiney Bezerra, além de autoridades locais.
publicado: 30/11/2012 18h46, última modificação: 20/06/2018 17h15

  Nesta segunda-feira (03/12) será inaugurado um projeto de irrigação que vai beneficiar famílias de assentados no município de Colônia do Gurgueia, no sudoeste do estado do Piauí, a 507 km de Teresina. A inauguração do projeto de irrigação Hildo Diniz, uma parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o governo do estado do Piauí, será realizada às 14h30, e contará com a presença do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, do governador do Piauí, Wilson Martins, do secretário nacional de Irrigação, Guilherme Orair, do presidente da Codevasf, Elmo Vaz, do superintendente regional da Codevasf, Valdiney Bezerra, além de autoridades locais.

As famílias beneficiadas poderão explorar a produção de frutas irrigadas durante todo o ano, com destaque para a melancia. O projeto, que conta com um investimento de R$ 3,1 milhões, estimula a prática da agricultura irrigada, viabilizando a produção agrícola em qualquer época do ano e aumentando a oferta de emprego e renda.

“A região do Gurgueia tem uma grande potencialidade agrícola, pois conta com um dos maiores lençóis freáticos do mundo. Só para se ter uma ideia, os poços perfurados pelo governo federal aqui captam cerca de 350 mil litros de água por hora. Com esse projeto de irrigação, que representa a nossa grande esperança, todo esse potencial será melhor aproveitado. Ao idealizar esse projeto, o doutor Hildo Diniz acreditava que sua implantação iria mudar a vida das pessoas da região, gerando emprego e renda.”, explica Isaías Rocha, presidente da Associação de Produtores do Projeto Irrigado Hildo Diniz.

O nome do projeto é uma homenagem ao engenheiro Hildo Diniz, primeiro superintendente da Codevasf no Piauí e responsável pelo início da implantação do perímetro.

O perímetro é resultante de convênios entre a Codevasf, empresa pública vinculada ao Ministério da Integração Nacional, e o governo do Piauí, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). A fonte hídrica do projeto se dá pelo aproveitamento de quatro poços profundos construídos pelo DNOCS na década de 1980, e que estavam sem uso, numa área com 42 famílias do assentamento Nossa Senhora de Fátima.

A partir de 2006, a Codevasf e o governo do Piauí elaboraram um projeto com 100 hectares de área irrigável, englobando 20 lotes, de forma a viabilizar a produção agrícola das famílias ali assentadas, que vinham fazendo a exploração em sistema de sequeiro.

Para a operação do projeto, foram implantados quatro eletrobombas com profundidade de 80 a 100 metros com vazão de 160 a 200 metros cúbicos por hora, três reservatórios de compensação e de uso comum; 3,6 mil de rede de distribuição d’água de uso comum, quatro mil metros de rede de energia elétrica de uso comum e individual, 12 reservatórios parcelares para piscicultura com bombeamentos parcelados, e 20 sistemas de irrigação parcelar fixa. Na piscicultura, a criação será de tambaquis, com expectativa de que toda a produção seja absorvida pela demanda da região.