Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Entreposto de Campo Maior participa da exportação de mel piauiense
conteúdo

Notícias

Entreposto de Campo Maior participa da exportação de mel piauiense

Por meio do Entreposto de Mel de Campo Maior (PI), implantado pela Codevasf, os apicultores da região farão a primeira remessa da produção apícola para os Estados Unidos. Daquela unidade sairão onze toneladas de mel, e a exportação será feita em conjunto com a produção dos municípios de Picos (Casa Apis) e Piracuruca (Entreposto de Piripiri).
publicado: 10/05/2011 09h35, última modificação: 20/06/2018 17h10

Por meio do Entreposto de Mel de Campo Maior (PI), implantado pela Codevasf, os apicultores da região farão a primeira remessa da produção apícola para os Estados Unidos. Daquela unidade sairão onze toneladas de mel, e a exportação será feita em conjunto com a produção dos municípios de Picos (Casa Apis) e Piracuruca (Entreposto de Piripiri).

O empreendimento entrou em funcionamento no início de abril. Para construção, aquisição de equipamentos e gestão da unidade, foram aplicados R$ 400 mil pela Companhia, por meio do Programa de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais, que tem incentivado a atividade apícola no estado em parceria com a Secretaria de Programas Regionais do Ministério da Integração Nacional.

O entreposto é um local de beneficiamento e processamento do mel, geralmente utilizado por várias associações que possuem casa de mel para fazer a extração (desoperculação dos quadros, centrifugação, filtragem e decantação do mel). Em seguida, o produto é comercializado.


MADE IN PIAUÍ

Os Estados Unidos são os principais compradores do mel brasileiro. A possibilidade do aumento das exportações se deve a diversos fatores, dentre os quais a certificação orgânica e a certificação para o Comércio Justo do produto do estado, favorecendo a abertura de mercados exigentes por qualidade.

Os produtores acreditam que esse é um ano favorável à produção e à comercialização do mel, sobretudo pelo incremento considerável na safra e também nas exportações. Espera-se que esse volume chegue a 6 mil toneladas. A tendência é que a apicultura em Campo Maior e região também seja incrementada com a ativação do entreposto, implantação de casa de mel e apoio de entidades como Prefeitura de Campo Maior, Federação das Entidades Apícolas e Codevasf.