Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Encontro discute APLs em Minas Gerais
conteúdo

Notícias

Encontro discute APLs em Minas Gerais

Durante o 2º Encontro de Desenvolvimento Regional Sustentável do Norte de Minas - Serra Geral foram apresentados os resultados das ações desenvolvidas por meio dos APLs, pela Codevasf em parceria com entidades estaduais de desenvolvimento regional e associações de produtores, nos municípios da região
publicado: 04/07/2007 16h51, última modificação: 20/06/2018 17h07

Desde o início da sua criação, há pouco mais de três anos, o Programa de Estruturação dos Arranjos Produtivos Locais – APLs já investiu no norte de Minas Gerais aproximadamente dois milhões de reais para implantação de vários núcleos produtivos nos segmentos da apicultura, ovinocaprinocultura, aqüicultura e fruticultura. Foi o que afirmou o superintendente regional da Codevasf em Minas, Anderson Chaves, durante pronunciamento de abertura do 2º Encontro de Desenvolvimento Regional Sustentável do Norte de Minas – Serra Geral, promovido pela Codevasf e pela Secretaria de Programas Regionais do Ministério da Integração Nacional, no Parque de Exposições João Alencar Athayde.

Durante o Encontro, que contou com a participação de mais de 150 pessoas, entre técnicos e produtores rurais norte mineiros, foram apresentados os resultados das ações desenvolvidas por meio dos APLs, pela Codevasf em parceria com entidades estaduais de desenvolvimento regional e associações de produtores, nos dezesseis municípios que compõem a região da Serra Geral. Para Romário Farley, coordenador nacional da Secretaria de Programas Regionais do Ministério da Integração Nacional, também presente ao Encontro, as ações desenvolvidas superam em muito todas as expectativas de bom aproveitamento para otimização do Programa dos APLs.

Ainda durante o encontro, foram apresentadas e discutidas as novas propostas de ações para serem implantadas ainda este ano, com destaque para a apresentação da Associação dos Bananicultores do Norte de Minas – Abanorte, que propôs a criação de um projeto para o aproveitamento de fibras da bananeira na confecção de artesanatos, o que já acontece hoje, mas ainda em pequena escala. Para esse empreendimento serão necessários recursos no montante de 400 mil reais, a serem investidos pela Codevasf, Abanorte, Emater/MG, Epamig e Ministério do Desenvolvimento Agrário. Foi proposta ainda a implantação de uma unidade de beneficiamento de mel nos municípios de Mato Verde e Januária. Com mais essa ação naqueles municípios, a Codevasf acredita estar proporcionando todo o apoio necessário para melhoria da qualidade e agregação de valor ao produto final do apicultor.

Segundo Alex Demier, chefe da unidade dos APLs, em Minas Gerais, que, ao lado da gerente de Desenvolvimento Territorial da Codevasf/Sede, Kênia Marcelino, coordenou a realização desse 2º Encontro, o evento veio propiciar a discussão das ações realizadas pelas diversas entidades, promovendo uma conjugação de esforços para o desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais, evitando, dessa forma, a duplicidade de ações e o desperdício de recursos públicos.