Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > MBA em Gestão Pública
conteúdo

Notícias

MBA em Gestão Pública

Projetos que servirão como instrumentos práticos para o desenvolvimento regional foram apresentados durante dois dias, no auditório do Grande Hotel de Juazeiro (BA), pelos funcionários das superintendências regionais da Codevasf em Petrolina, Juazeiro e Teresina
publicado: 19/01/2007 13h39, última modificação: 20/06/2018 17h06

Projetos que servirão como instrumentos práticos para o desenvolvimento regional foram apresentados durante dois dias (18 e 19), no auditório do Grande Hotel de Juazeiro (BA), pelos funcionários das superintendências regionais da Codevasf em Petrolina (PE), Juazeiro (BA) e Teresina (PI). O trabalho é requisito de conclusão do MBA em Gestão Pública - Desenvolvimento e Economia Regional, patrocinado pela Codevasf para seus empregados, realizado pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace), vinculada à Universidade de São Paulo (USP) – Campus de Ribeirão Preto (SP).

A Codevasf investiu nessa capacitação que faz parte do Programa de Realinhamento Estratégico. A diretora da Área de Gestão Administrativa e Suporte Logístico da Companhia, Ana Lourdes Nogueira Almeida, explica que "essa especialização Latu Sensu por si só já é um grande avanço, pois a empresa há muitos anos não tinha um tipo de capacitação mais ampla, mais coletiva. A capacitação não é uma ação isolada da área de gestão de pessoas, é uma ação dentro de uma visão global que a Codevasf está incorporando da nova maneira de ver seus recursos humanos como gestão de pessoas. A partir de agora estamos fazendo um trabalho de desenvolvimento não só pessoal, como profissional, focando as pessoas que fazem a empresa", reiterou Ana Lourdes.

O superintendente regional da Codevasf em Pernambuco, Reginaldo Paes, completou que o realinhamento estratégico é um importante processo pelo qual a Codevasf está passando onde mudou as suas prioridades de ações, as suas diretrizes para se adequar às linhas do governo federal. "Além da própria mudança da estrutura organizacional da empresa, o do processo de atualização em termos de capacitação, é de extrema relevância o aprimoramento dos funcionários. O MBA em Gestão Pública vem dar uma contrapartida, uma contribuição aos nossos funcionários e a nossa empresa, no sentido de qualificar, ainda mais, o nosso corpo técnico para ter uma ação mais fortalecida na nossa área de atuação", finalizou Reginaldo Paes.

MAIS CONHECIMENTO
A Companhia vem passando por uma estruturação e uma mudança de foco voltada para o desenvolvimento. "Trabalhando nessa perspectiva, o aluno que fez esse curso e que freqüentou as aulas está preparado para lidar com o desafio de trabalhar com o desenvolvimento territorial, desenvolvimento local em um país tão peculiar e desigual como o Brasil", destacou a Coordenadora do MBA / Fundace – USP, Profª. Dra. Cláudia Souza Passador.

O agrônomo Natércio Melo falou que o curso foi muito importante porque deu a oportunidade de discussão. "Nós estivemos trabalhando com três superintendências regionais e cada uma tem suas peculiaridades, no que diz respeito às ações que desenvolve no estado. Conhecemos um pouco sobre o que as superintendências estão fazendo e isso contribuiu para que voltássemos para o nosso trabalho com os conhecimentos que foram adquiridos, fruto dos debates realizados", completou.

A perspectiva é de que várias idéias abordadas nos projetos sejam colocadas em prática em curto espaço de tempo. Os trabalho apresentados foram: "Políticas públicas para jovens rurais, filhos de produtores da Acoar, município de Araripina (PE)"; "A influência da energia elétrica no custo da cultura da banana explorada por pequenos produtores do Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho, em Petrolina (PE)"; "Análise socioeconômica da comunidade Lagedo, no município de Petrolina (PE): propostas de alternativas de incremento e geração de renda"; "Análise de políticas públicas de reassentamento em população atingida por barragem: a experiência do Perímetro Irrigado Manga de Baixo e Belém do São Francisco (PE)"; "Políticas de saneamento ambiental no processo de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco: experiência do município de Juazeiro (BA)"; "Organização da cadeia produtiva da mandioca na comunidade remanescente de quilombo de Lage dos Negros, Campo Formoso (BA)"; "Uma análise da influência da utilização das cisternas nas condições de vida das famílias na região do Baixo Salitre, município de Juazeiro (BA)"; "Importância do associativismo para a geração de renda no Perímetro Irrigado Marrecas e Jenipapo"; "Organização da cadeia produtiva da tilápia no município de Parnaíba (PI)" e "Políticas públicas na organização dos Arranjos Produtivos Locais da piscicultura no vale do Parnaíba (PI)".