Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Congresso reúne especialistas em peixes nativos de água doce
conteúdo

Notícias

Congresso reúne especialistas em peixes nativos de água doce

A Codevasf participou do 1º Congresso Brasileiro de Produção de Peixes Nativos de Água Doce realizado na cidade de Dourados (MS)
publicado: 05/09/2007 14h25, última modificação: 20/06/2018 17h08


A Codevasf participou do 1º Congresso Brasileiro de Produção de Peixes Nativos de Água Doce realizado na cidade de Dourados (MS). O evento reuniu dirigentes de várias instituições, técnicos, pesquisadores, empresários e produtores do Brasil e do exterior, na última semana de agosto.

Além da participação em palestras, debates e mini cursos, a Codevasf apresentou quatro trabalhos em painéis, realizados em parceria com outras instituições. Para o chefe da Unidade de Recursos Pesqueiros e Aqüicultura, Thompson Ribeiro, a participação da Companhia no congresso foi bastante proveitosa. “Foi mais uma chance para divulgarmos as ações da empresa, principalmente no que diz respeito às pesquisas realizadas com peixes nativos, área onde somos referência nacional. Além disso, houve a possibilidade de capacitação de nossos técnicos, realização de importantes contatos visando à troca de informações e concretização de trabalhos conjuntos, e realização de visitas técnicas às pisciculturas de peso no cenário nacional”, afirma.

Outras atividades relevantes foram as visitas que os técnicos da Codevasf realizaram às empresas Mar e Terra e ao Projeto Pacu. A primeira, localizada no município de Itaporã (MS), possui uma unidade de beneficiamento de pescado com capacidade para processar 10 toneladas de peixes por dia, com destaque para o surubim e a tilápia, e uma fazenda de produção de surubins com 140 hectares de espelho d’água, a maior do Brasil na produção dessa espécie. A outra empresa visitada, o Projeto Pacu, está localizada no município de Terenos (MS) e é referência nacional, produzindo, em escala comercial, alevinos de 11 diferentes espécies de peixes nativos, constituindo-se na maior piscicultura de produção de surubins juvenis do Brasil.

Além do chefe da Unidade de Recursos Pesqueiros e Aqüicultura, Thompson Ribeiro, a Codevasf esteve representada por Rozzano Figueiredo, chefe da Estação de Piscicultura de Bebedouro, Eduardo Jorge, responsável pela gestão do Centro de Referência em Aqüicultura do São Francisco - Ceraqua/SF, Francisco José, responsável pelos Arranjos Produtivos Locais (APLs) de Aqüicultura do Lago de Sobradinho, e José Cláudio Epaminondas, especialista em peixes nativos da Estação de Piscicultura de Três Marias.