Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf sedia evento sobre análise e previsão climática
conteúdo

Notícias

Codevasf sedia evento sobre análise e previsão climática

A Superintendência Regional da Codevasf em Sergipe sedia a VI Reunião de Análise e Previsão Climática para o Setor Leste do Nordeste do Brasil – Ano 2011. O evento é uma realização do governo do estado, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Superintendência de Recursos Hídricos (SRH) e Centro de Meteorologia de Sergipe (Cemese). A reunião teve início ontem (16) e termina hoje (17).
publicado: 17/05/2011 14h18, última modificação: 20/06/2018 17h10

A Superintendência Regional da Codevasf em Sergipe sedia a VI Reunião de Análise e Previsão Climática para o Setor Leste do Nordeste do Brasil – Ano 2011. O evento é uma realização do governo do estado, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Superintendência de Recursos Hídricos (SRH) e Centro de Meteorologia de Sergipe (Cemese). A reunião teve início ontem (16) e termina hoje (17).

No encontro, está sendo discutido o papel dos centros estaduais de meteorologia na consolidação dos sistema nacional de prevenção e alerta de desastre naturais; apresentação da rede de monitoramento hidrometeorológico e projeto da sala de situação da SEMARH/SE destacando a sua importância para o monitoramento hidrometeorológico, além da análise e discussão dos parâmetros globais e modelos de previsões climáticas para o trimestre junho/julho/agosto.

A participação de diversos órgãos e instituições estaduais demonstra a articulação e os esforços que o governo do estado vem dedicando à modernização do Centro Estadual de Meteorologia, visando garantir segurança na avaliação das condições ambientais, recursos hídricos e prevenção de catástrofes provocadas pelo clima.

Para o superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Paulo Viana, o investimento do governo estadual na modernização dos serviços de meteorologia mostra a sua preocupação em alertar as populações rurais e urbanas sobre possíveis irregularidades climáticas, evitando prejuízos e salvando vidas.