Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf recebe prêmio por ações de sustentabilidade
conteúdo

Notícias

Codevasf recebe prêmio por ações de sustentabilidade

A Codevasf foi uma das 20 entidades brasileiras agraciadas com o Prêmio Nacional de Desenvolvimento Sustentável e de Responsabilidade Socioambiental, atribuído pelo Instituto Ambiental Biosfera – uma organização não-governamental sem fins lucrativos cuja sede fica no Rio de Janeiro (RJ).
publicado: 04/12/2012 17h02, última modificação: 20/06/2018 17h15

A Codevasf foi uma das 20 entidades brasileiras agraciadas com o Prêmio Nacional de Desenvolvimento Sustentável e de Responsabilidade Socioambiental, atribuído pelo Instituto Ambiental Biosfera – uma organização não-governamental sem fins lucrativos cuja sede fica no Rio de Janeiro (RJ). A iniciativa premiada é o projeto de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco, cujos investimentos de 2007 até 2014 somam R$ 3,24 bilhões em ações de esgotamento, resíduos sólidos e controle de processos erosivos.

“É um reconhecimento do trabalho profícuo da Codevasf na área de revitalização da bacia do São Francisco, que por seu turno é um desdobramento da Agenda 21, recomendada pela ECO 92. O foco do nosso trabalho é a melhoria da qualidade e da quantidade de água, a temática principal deste século”, afirma o assessor técnico da Área de Revitalização, Athadeu Ferreira, que representou a Codevasf na solenidade no Centro de Convenções RB1, no Rio, e recebeu, das mãos do presidente do Instituto, Dorival Bruni, o certificado e o troféu da categoria “Área Empresarial: Empresas Governamentais e Empresas Privadas”.

Prefeituras municipais, empresas estatais de água e energia, empresas privadas – como a Ipiranga, a White Martins e a International Paper do Brasil – e ONG’s como a Associação Usina da Cidadania, também foram premiadas em alguma das sete categorias do prêmio.

Entre as ações do projeto de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco está a de esgotamento sanitário, que inclui ligações domiciliares, unidades sanitárias, coleta, elevação, tratamento e destinação final de efluentes. Esta ação totaliza, até 2014, R$ 2,1 bilhões e chega a 198 municípios do entorno da bacia.

Já a ação de resíduos sólidos soma investimentos de R$ 83 milhões para beneficiar 191 municípios com a implantação de 14 sistemas públicos de coleta, tratamento e destinação final dos resíduos. Para recuperação e controle de processos erosivos, por seu turno, os recursos aplicados pela Codevasf são de R$ 336 milhões em 106 empreendimentos, enquanto o abastecimento de água tem investimento de R$ 314 milhões para beneficiar 410 localidades rurais.

Crédito da foto: Ascom/Instituto Biosfera.