Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf promove I Workshop em Tecnologia de Irrigação
conteúdo

Notícias

Codevasf promove I Workshop em Tecnologia de Irrigação

A irrigação é uma técnica agrícola que consiste na aplicação artificial de água nas plantas através de métodos adaptados ao solo e à cultura, diminuindo, assim, os impactos ambientais. Com o objetivo de promover um debate entre produtores, técnicos e estudantes sobre o assunto, a 6ª Superintendência Regional da Codevasf promoveu o I Workshop em Tecnologia de Irrigação nesta semana, em Juazeiro (BA).
publicado: 23/05/2012 15h51, última modificação: 20/06/2018 17h12

A irrigação é uma técnica agrícola que consiste na aplicação artificial de água nas plantas através de métodos adaptados ao solo e à cultura, diminuindo, assim, os impactos ambientais. Com o objetivo de promover um debate entre produtores, técnicos e estudantes sobre o assunto, a 6ª Superintendência Regional da Codevasf promoveu o I Workshop em Tecnologia de Irrigação nesta semana, em Juazeiro (BA).

Entre os temas abordados estavam: seleção de válvulas de controle; transientes hidráulicos; injetores proporcionais de fertilizantes; avanços tecnológicos na irrigação localizada; manejo e manutenção de sistemas de irrigação; filtragem; acessórios de automação e dimensionamento de sistemas e qualidade de tubos de PVC.

Para o coordenador do evento, o engenheiro agrônomo Rodrigo Franco Vieira, a importância da realização do encontro é que “é uma complementação técnica da Feira Nacional de Agricultura Irrigada (Fenagri). A ideia é colocar Juazeiro no século XXI no que se refere à irrigação e, por isso, pretendemos tornar a atividade permanente”.

Na ocasião, foram apresentados exemplos de modernas tecnologias desenvolvidas por Israel e aplicadas no Brasil, como recursos de automação (controladores, painéis programáveis e softwares para controle de motobomba, parcelas, filtragem, injeção de químicos e sensores diversos). E, também a necessidade de priorização aos setores de operação e manutenção, qualificação tecnológica e extensão rural.

Na abertura do evento, o superintendente regional da Codevasf, Emanoel Lima, destacou o incentivo aos perímetros irrigados. “O governo federal tem de direcionar investimentos em obras de infraestrutura social, prestação de serviços aos agricultores e comercialização dos produtos, organizando toda a cadeia produtiva e gerando maior emprego e renda através da redução de custos e aumento da produtividade”.

Vale destacar que a 6ª Superintendência Regional da Codevasf tem sob jurisdição 27 municípios e nove perímetros irrigados, o que representa uma área de 38 mil hectares onde 70 % da produção são de manga, uva e cana de açúcar.


Irrigação - No Brasil, a irrigação por gravidade é responsável por 48% do total da área agrícola irrigada (3,5 milhões de hectares), 42% utilizam irrigação por enchentes (arroz) e 6% utilizam irrigação por regos ou outros métodos de gravidade.

Dos 52% restantes, cerca de 22% utilizam sistemas móveis de aspersão, 23% utilizam aspersão mecanizada (pivô central), 1% utiliza tubos controlados ou perfurados, e 6% utilizam irrigação localizada, ou seja, sistemas gota a gota e/ou de microaspersão.

Ao todo, são cerca de 3,5 milhões de hectares irrigados no país, embora 29 milhões hectares sejam considerados adequados para a irrigação pela Agência Nacional de Águas (ANA).

O I Workshop em Tecnologia de Irrigação teve a participação de representantes dos perímetros irrigados do Tourão, Maniçoba, Curaçá, Nilo Coelho e Mandacaru, das empresas especializadas Bermad, Fluidotron, Tefen, Netafim, Naandanjan, Azud, Waterline e Asperbrás, além de universitários da UNEB e Univasf.