Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf participa do II Seminário de Agroecologia do Distrito Federal
conteúdo

Notícias

Codevasf participa do II Seminário de Agroecologia do Distrito Federal

A Codevasf participou do II Seminário de Agroecologia do Distrito Federal, que foi realizado na Embrapa-Sede, em Brasília, de 9 a 11 de novembro. Com o tema “Agroecologia, conservando a biodiversidade para o desenvolvimento sustentável”, teve como objetivo proporcionar um ambiente para a troca de saberes em prol do desenvolvimento organizado da agroecologia no Distrito Federal.
publicado: 12/11/2010 15h33, última modificação: 20/06/2018 17h09

A Codevasf participou do II Seminário de Agroecologia do Distrito Federal, que foi realizado na Embrapa-Sede, em Brasília, de 9 a 11 de novembro. Com o tema “Agroecologia, conservando a biodiversidade para o desenvolvimento sustentável”, teve como objetivo proporcionar um ambiente para a troca de saberes em prol do desenvolvimento organizado da agroecologia no Distrito Federal.

O evento, coordenado pela Embrapa e Emater com a parceria de outras entidades, teve a participação de 300 técnicos, estudantes e produtores ecológicos. A programação contou com palestras, mesas-redondas e oficinas em que foram debatidas questões como: produção; comercialização; certificação orgânica; uso de agrotóxicos e seus riscos para a saúde e o meio ambiente; experiências de educação ambiental e agroecologia; funcionamento de agroecossistemas e a relação entre a saúde da Terra e do homem.

Em paralelo, ocorreram feiras de trocas de sementes variadas, exposição e comercialização de produtos agroecológicos, além de visitas técnicas a três propriedades que adotam os princípios da agroecologia no DF. Segundo os representantes da Codevasf no evento, Marisa Cordeiro Roque e Geraldo Gentil Vieira, da Gerência de Meio Ambiente e da Gerência de Planejamento e Estudos Estratégicos respectivamente, “as visitas proporcionaram a interação do conhecimento dos técnicos e demais parceiros e o saber local sobre o cotidiano do trabalho rural e o levantamento de problemas enfrentados, bem como as possíveis alternativas para sua solução”. No evento, houve ainda apresentações culturais.

Encaminhamentos

No Seminário, formou-se em plenária um grupo de trabalho para consolidar as propostas geradas nas oficinas, que se reunirá no próximo dia 25 de novembro, quando será encaminhado o documento às autoridades distritais e nacionais, como Câmara Legislativa, Congresso Nacional e entidades públicas, de classe e privadas como patrocinadoras. Serão enviadas propostas para a construção de políticas públicas concretas que impulsionem a transição da agricultura química insustentável (agronegócio) para uma agricultura de base ecológica.