Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf leva ações do Água para Todos para Delmiro Gouveia, último município da meta de 2012 para Alagoas
conteúdo

Notícias

Codevasf leva ações do Água para Todos para Delmiro Gouveia, último município da meta de 2012 para Alagoas

A população do município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano, já conta com ações do programa Água para Todos, executado em Alagoas pela Codevasf.
publicado: 04/10/2012 11h07, última modificação: 20/06/2018 17h14

A população do município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano, já conta com ações do programa Água para Todos, executado em Alagoas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Capacitações de famílias e a marcação dos locais para instalação das cisternas são algumas das ações. O município sertanejo receberá mais de 300 cisternas para consumo humano dentro da estratégia do Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, de universalizar o acesso à água e de combate aos efeitos da estiagem prolongada no semiárido brasileiro.

Delmiro Gouveia é o último dos cinco municípios alagoanos da meta contratada  pela Codevasf que está recebendo as ações do programa, o que finaliza a execução do planejamento para este ano. O programa já está atuando nos municípios de Estrela de Alagoas, Craíbas, Belo Monte e Arapiraca. Até o momento 4.124 famílias já foram beneficiadas com a instalação de cisternas para consumo humano do Água para Todos em Alagoas, e mais outras cerca de 3,3 mil estarão recebendo seus reservatórios até dezembro desse ano, perfazendo a meta de 7,4 mil cisternas instaladas em 2012.

Durante toda esta semana, o Água para Todos capacitará as famílias beneficiárias para gestão da água das cisternas com o objetivo de orientá-las sobre temas como noções de higiene e conservação, e acerca do uso racional da água armazenada no equipamento com capacidade de 16 mil litros em meio ao período de estiagem, que pode ultrapassar seis meses. Estão sendo capacitadas as famílias beneficiadas dos povoados Olho D'Águinha, Araçá e Lagoa dos Patos.

Nessas comunidades, o programa também está atuando na formação das comissões comunitárias, que são compostas por membros dos povoados com o papel de acompanhar a execução do Água para Todos e garantir que aqueles que precisam da cisterna e que se enquadram no perfil de beneficiário sejam atendidos. Para formação das comissões comunitárias, a Codevasf organiza um eleição em cada povoado beneficiado. O Comitê Gestor Municipal do programa Água para Todos de Delmiro Gouveia, que reúne instituições como sindicatos rurais, associações de moradores, igrejas, prefeitura municipal e cooperativas, entre outros, também está acompanhando a execução do programa e promovendo reuniões com as diversas comissões comunitárias no trabalho de controle social e com a coordenação do programa na Codevasf.

Em Delmiro Gouveia, as equipes da Codevasf também estão realizando o trabalho de validação, georreferenciamento e marcação dos pontos nos quais serão instaladas as cisternas nas residências. “A marcação e o georreferenciamento são realizados para garantir a exatidão na localização da família que será beneficiada. Estamos utilizando a tecnologia para evitar erros e fazer com que o benefício de poder acumular 16 mil litros de água chegue mais rápido às famílias que estão no semiárido”, explicou o coordenador regional do Água para Todos na Codevasf em Alagoas, Eduardo Motta. Esse trabalho ocorre nos mesmos povoados em que acontecem as capacitações das famílias.

Em Estrela de Alagoas, primeiro município alagoano a ser beneficiado por ações do programa Água para Todos no estado, continuam as ações de cadastramento e marcação de cisternas. Nos povoados Lageiro dos Nicásios, Mata Burro, Mandacaru de Cima, Xexeu de Baixo e Calango cerca de 2,3 mil famílias estão sendo beneficiadas com a implantação de cisternas para consumo humano, que permitirão o acúmulo de água para atividades domésticas.

Avanços do programa

O Água para Todos é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) e integra o Plano Brasil Sem Miséria, lançado pela presidenta Dilma Rousseff em Arapiraca (AL) em julho de 2011 para erradicar a pobreza extrema. Em sua área de atuação, a Codevasf já instalou 23.532 cisternas em 41 municípios, em área rurais prioritariamente situadas no semiárido nordestino brasileiro.

Antes da instalação da cisterna, a Codevasf segue uma estratégia para garantir a correta distribuição dos reservatórios. Para isso, o programa organiza Comitês Gestores Municipais formado por representantes da sociedade civil organizada, sindicatos de representação rural, associações rurais, igrejas, pastorais e do poder público municipal, além de Comissões Comunitárias. O comitê auxilia na mobilização local das comunidades visando ao cadastramento e à validação das famílias a serem beneficiadas.

A indicação das localidades cabe ao comitê, bem como a relação dos beneficiários, obedecendo aos critérios do programa – famílias de áreas rurais, prioritariamente do semiárido, em situação de pobreza e extrema pobreza associada à carência de acesso à água com renda per capita de até R$ 140,00, desde que inscritas no CadÚnico, e também aos aposentados que, mesmo possuindo renda per capita familiar acima de R$140,00, vivam exclusivamente de sua renda previdenciária.

Para garantir o perfeito funcionamento e uso adequado das cisternas, são promovidos cursos de Gestão da Água com as famílias beneficiadas. Nessas capacitações os participantes são orientados quanto à utilização da água sem desperdício e instruções para a manutenção dos reservatórios.