Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf destaca incentivo à apicultura em reunião da Câmara Setorial do Mel no Pecnordeste
conteúdo

Notícias

Codevasf destaca incentivo à apicultura em reunião da Câmara Setorial do Mel no Pecnordeste

Cerca de três mil pessoas beneficiadas e investimentos de aproximadamente R$ 31 milhões em ações de apoio e incentivo à apicultura em 2012 e 2013. Os bons resultados da Codevasf na estruturação da atividade foram destaques durante a reunião itinerante da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Mel e Produtos Apícolas (Csmel) no XVII Seminário Nordestino de Pecuária - Pecnordeste, em Fortaleza (CE).
publicado: 05/09/2013 17h23, última modificação: 20/06/2018 17h17

Cerca de três mil pessoas beneficiadas e investimentos de aproximadamente R$ 31 milhões em ações de apoio e incentivo à apicultura em 2012 e 2013. Os bons resultados da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na estruturação da atividade foram destaques durante a reunião itinerante da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Mel e Produtos Apícolas (Csmel) no XVII Seminário Nordestino de Pecuária - Pecnordeste, em Fortaleza (CE).

A chefe da Unidade de Apoio aos Arranjos Produtivos da Codevasf e representante da empresa na Csmel, Izabel Aragão, ressaltou que as ações, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional (SDR/MI), fazem parte do eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria do governo federal.

“A Codevasf prioriza o pequeno produtor nos arranjos produtivos locais (APLs), estimulando as vocações regionais e criando oportunidades para tirar pessoas da situação de extrema pobreza”, afirmou Izabel Aragão.

De 2004 a 2011, a Companhia investiu cerca R$ 19 milhões em toda sua área de atuação, com destaque para o norte de Minas; sudeste e sudoeste do Piauí; Moxotó, Araripe, Pajeú e Sertão do São Francisco, em Pernambuco; microrregiões de Ibotirama, Bom Jesus da Lapa e Juazeiro, na Bahia, e territórios do Baixo São Francisco, em Alagoas e Sergipe. Com esses investimentos, foi realizada recuperação de pastos apícolas; o fornecimento de colmeias, indumentárias e equipamentos apícolas; e implantação de apiários, casas de mel e entrepostos.

Para incentivar a atividade, a Codevasf distribui kits produtivos entre os apicultores. Os kits variam de acordo com as características do apicultor, do clima, da área e da flora disponível. Há kits individuais com 10, 20 e 30 colmeias completas, além de kits comunitários e estruturantes, que poderão comportar unidades de extração de mel, entrepostos, unidades de beneficiamento de pólen ou de cera de abelhas e ainda equipamentos diversos, desde baldes até balanças, tanques e centrífugas.

“Os pequenos produtores são mobilizados, cadastrados e selecionados de acordo com os critérios do programa. Além da doação de kits, os apicultores recebem capacitação e são acompanhados pelas equipes contratadas pela Codevasf”, explicou Izabel Aragão. A assistência técnica será fornecida em parceria com prefeituras, governos estaduais e com apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Os beneficiários passam a integrar a Rota do Mel, que é uma das “Rotas da Integração Nacional” - principal estratégia da SDR/MI para atuação no adensamento de APLs e no Plano Brasil Sem Miséria. A rota é uma metodologia que trata do desenvolvimento econômico das regiões mais desiguais a partir de eixos logísticos, incorporando cooperação, tecnologia, acesso ao mercado e educação das populações situadas ao redor desses eixos.

O presidente da Central de Cooperativas Apícolas do Semiárido Brasileiro (Casa Apis), Antonio Leopoldino Dantas Filho, disse que o trabalho realizado Codevasf é fundamental para apoiar os apicultores que convivem com a seca. “Os produtores estão recebendo equipamentos, capacitação e melhores condições para trabalhar e enfrentar a seca. As comunidades estão satisfeitas com esse apoio”, enfatizou. A Casa Apis é uma das entidades apoiadas pela Codevasf e reúne oito cooperativas do Piauí, beneficiando cerca de 960 famílias de produtores.

A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Mel e Produtos Apícolas, coordenada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), é composta por 18 órgãos e entidades. Além de representantes dessas instituições, participantes do Pecnordeste 2013 puderam discutir as ações emergenciais para a convivência sustentável com o semiárido durante a reunião.

Pecnordeste 2013

A Codevasf participa do XVII Seminário Nordestino de Pecuária - PecNordeste 2013, em Fortaleza (CE), com estande em que expõe suas principais ações de apoio à apicultura no Centro de Eventos do Ceará - Pavilhão Leste. O evento teve início na terça-feira (3) e termina nesta quinta (5).

Além de informações sobre a atividade, os visitantes e produtores que passaram pelo estande da Codevasf tiveram a oportunidade de observar de perto uma colmeia e degustar mel produzido pela Casa Apis.

Ouça a notícia da Rádio Codevasf:

http://www.codevasf.gov.br/principal/promocao-e-divulgacao/central-de-radio/materias-e-entrevistas-2013/09-codevasf-destaca-incentivo-a-apicultura-em-reuniao-da-camara-setorial-do-mel-no-pecnordeste.mp3