Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf conclui projeto de avicultura alternativa no Piauí
conteúdo

Notícias

Codevasf conclui projeto de avicultura alternativa no Piauí

A Superintendência Regional da Codevasf no Piauí, juntamente com técnicos da Prefeitura Municipal de Valença(PI), a 200km de Teresina, concluiu projeto de avicultura alternativa de frango colonial para corte.
publicado: 08/02/2011 14h54, última modificação: 20/06/2018 17h10

A Superintendência Regional da Codevasf no Piauí, juntamente com técnicos da Prefeitura Municipal de Valença(PI), a 200km de Teresina, concluiu projeto de avicultura alternativa de frango colonial para corte. Os recursos, oriundos de um convênio entre a empresa e aquele município, foram da ordem de R$ 37 mil e contemplaram a construção de um aviário com galpão e equipamentos, área de pastagens, cercado, sistema de mini-aspersão fixo, ração para o primeiro ciclo, além do fornecimento de quatrocentos pintos de um dia para iniciar a criação.

“O público alvo na comunidade é constituído por jovens de 17 a 26 anos em situação de vulnerabilidade social”, explica o engenheiro agrônomo José Pessoa, autor do projeto. Segundo ele, a base foi um modelo autossustentável, em que os criadores foram capacitados para conduzir o pequeno empreendimento, somando às suas outras atividades no campo. “Ou seja, a atividade é mais uma importante alternativa de renda para aquelas famílias”, conclui Pessoa.

Os principais resultados esperados com esse convênio são o desenvolvimento de um novo modelo de exploração de aves caipiras, integrando as atividades de produção com as de comercialização, como forma de agregar valor aos produtos. Além disso, pretende-se implementar um exemplo de trabalho comunitário com benefícios econômicos e sociais concretos, em favor dos jovens envolvidos.

Além da Comunidade Aparecida, beneficiada com o modelo de exploração de galinha caipira no município de Valença, a Codevasf estuda e acompanha diversas ações de fortalecimento da avicultura no Piauí e Maranhão. Entre elas, a implantação de um abatedouro de aves na zona rural de Teresina e a implantação de mais duas unidades de criação nos municípios de José de Freitas (PI) e de Balsas (MA).