Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf conclui obras de esgotamento sanitário na Bahia e Maranhão
conteúdo

Notícias

Codevasf conclui obras de esgotamento sanitário na Bahia e Maranhão

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) concluiu obras de implantação de sistemas de esgotamento sanitário em diversos municípios da Bahia e do Maranhão. Nessas obras, foram investidos recursos da ordem de R$ 170 milhões oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. Após a conclusão da obra, a Codevasf repassa o sistema para a prefeitura do município, que irá colocá-lo em operação. Quando estiverem em funcionamento os sistemas de esgotamento sanitário irão beneficiar uma população de cerca de 270 mil pessoas.
publicado: 24/08/2012 12h24, última modificação: 20/06/2018 17h14

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) concluiu obras de implantação de sistemas de esgotamento sanitário em diversos municípios da Bahia e do Maranhão. Nessas obras, foram investidos recursos da ordem de R$ 170 milhões oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. Após a conclusão da obra, a Codevasf repassa o sistema para a prefeitura do município, que irá colocá-lo em operação. Quando estiverem em funcionamento os sistemas de esgotamento sanitário irão beneficiar uma população de cerca de 270 mil pessoas.

Na Bahia, entre os municípios que já estão com as obras prontas incluem-se Barra, Botuporã, Canápolis, Carinhanha, Gentio do Ouro, Ibotirama, Igaporã, Ipupiara, Itaguaçu da Bahia, Iuiu, Lapão, Luís Eduardo Magalhães, Paratinga, Serra do Ramalho, Sítio do Mato, Morro do Chapéu, Sento Sé, Várzea Nova e Abaré. No estado do Maranhão, o município de Nova Iorque é o primeiro a contar com a obra concluída.

Esgotamento sanitário é uma das ações prioritárias da Codevasf. As ações fazem parte do Programa de Revitalização das Bacias Hidrográficas do São Francisco e do Parnaíba. Até 2014, a empresa terá investido R$ 2,2 bilhões nesta ação. Para este ano, a previsão de investimentos é da ordem de R$ 274 milhões.

Mais de 200 municípios estão sendo beneficiados com as ações em Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Sergipe. Estão sendo atendidas com as obras as zonas urbanas de municípios que pertencem às bacias dos rios São Francisco e Parnaíba com população de até 50 mil habitantes, em sua maioria, e com prioridade para as localidades situadas na calha do rio São Francisco.

Benefícios para a população

A população que será beneficiada com os sistemas de esgotamento sanitário aguarda com grande expectativa a conclusão dos trabalhos e o início da sua operação. Otacílio Barbosa Falcão, morador da cidade de Morro do Chapéu há quase 40 anos, está entusiasmado. “Os moradores estão muito felizes. É uma das melhores obras que nossa cidade já teve. Muito coisa vai melhorar por aqui, como as ruas que vão deixar de ter esgotos a céu aberto. A Codevasf está de parabéns com esse trabalho”, afirma.

O esgotamento sanitário traz uma série de benefícios como a melhoria das condições sanitárias locais, a conservação dos recursos naturais, a eliminação de focos de poluição. Um sistema de esgotamento sanitário, com estações de tratamento, reduz os recursos aplicados no tratamento de doenças, uma vez que grande parte delas está relacionada à falta de uma solução adequada para esse problema. "O sistema de esgotamento sanitário serve para minimizar a ocorrência de doenças na população. Então, a cada um real gasto em saneamento você economiza quatro reais em saúde e isso melhora todos os índices da população em geral", acrescenta Rodrigo Marques Beneveli, chefe da Unidade das Ações de Revitalização da Codevasf.