Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf busca solução para ocupação do Perímetro Jaíba
conteúdo

Notícias

Codevasf busca solução para ocupação do Perímetro Jaíba

O diretor da Área de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf, Raimundo Deusdará Filho, e o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Dimas Rodrigues, reuniram-se com o secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
publicado: 29/04/2011 09h39, última modificação: 20/06/2018 17h10

O diretor da Área de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf, Raimundo Deusdará Filho, e o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Dimas Rodrigues, reuniram-se com o secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Adriano Magalhães Chaves, e dirigentes da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) para discutir o funcionamento do Jaíba com relação a retirada da mata nativa em lotes daquele Perímetro Irrigado. Hoje, pela legislação ambiental, a região está inserida na área de proteção da vegetação do bioma mata atlântica.

Durante o encontro, os dirigentes da Codevasf fizeram uma ampla explanação sobre as dificuldades encontradas pelos irrigantes do Perímetro de Irrigação Jaíba que adquiriram lotes através de edital público da Codevasf, o qual impõe condições e prazos para o início da exploração, mas a legislação ambiental está restringindo a retirada da mata nativa. Dessa forma, segundo Dimas Rodrigues, vendo-se na impossibilidade de proceder a exploração de sua área, os produtores estão pensando em devolver os lotes à Codevasf, com o conseguente atraso na ocupação dessas áreas do Perímetro Irrigado. Na mesma situação, se encontram as áreas que estão há mais de dois anos sem exploração, com a vegetação já atingindo um porte cuja retirada está suspensa, de acordo com a legislação de proteção da vegetação nativa do bioma mata atlântica.

Por estarem diante de um fato que poderá trazer sérios problemas sociais e econômicos, não só para o Perímetro de Irrigação Jaíba, como também para toda a região norte mineira, a Codevasf e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente irão solicitar uma audiência com a ministra do Meio Ambiente e com a diretoria do Ibama visando buscar uma solução para esse o impasse.