Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf apoia desenvolvimento da bovinocultura leiteira no Baixo São Francisco alagoano
conteúdo

Notícias

Codevasf apoia desenvolvimento da bovinocultura leiteira no Baixo São Francisco alagoano

A bovinocultura leiteira vem se consolidando como uma forte estratégia para o desenvolvimento regional dos municípios do vale do São Francisco alagoano. Essa é a proposta da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Os resultados já podem ser vistos a partir da experiência da Associação de Leite de Piaçabuçu, que reúne pequenos produtores do município.
publicado: 17/09/2012 15h33, última modificação: 20/06/2018 17h14

A bovinocultura leiteira vem se consolidando como uma forte estratégia para o desenvolvimento regional dos municípios do vale do São Francisco alagoano. Essa é a proposta da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Os resultados já podem ser vistos a partir da experiência da Associação de Leite de Piaçabuçu, que reúne pequenos produtores do município. Com apoio da Codevasf, do Ministério da Integração Nacional, do Governo de Alagoas e da Prefeitura Municipal de Piaçabuçu, os produtores leiteiros de Piaçabuçu realizaram, neste mês de setembro, seu primeiro torneio leiteiro, evento que mostrou a força da atividade para o desenvolvimento da região.

De acordo com o secretário municipal de agricultura de Piaçabuçu, Joaquim Eugênio, que também é membro do conselho fiscal da associação local de produtores de leite, antes da organização dos produtores, o município não possuía uma atividade estruturada de bovinocultura leiteira. “A prefeitura municipal decidiu organizar os produtores e para isso contou com o apoio do Governo Federal, por meio da Codevasf, e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Agrário (Seagri), que doaram tanques de resfriamento de leite, permitindo que os produtores pudessem produzir e armazenar o leite com qualidade e higiene”, afirmou. Além disso, recentemente foi feita uma compra coletiva de animais por meio da associação com o objetivo de melhorar o nível de produção do rebanho.

A associação conta hoje com 33 pequenos produtores de leite não somente de Piaçabuçu, mas também dos municípios vizinhos de Feliz Deserto e de Penedo, e está aberta à adesão de produtores de todos os municípios do Baixo São Francisco, tanto de Alagoas, quanto de Sergipe.

O primeiro torneio leiteiro foi um sucesso, contou com uma grande participação dos associados, que têm grande interesse na adesão de novos produtores da região para investir na atividade. Além das atividades de competição, o primeiro torneio leiteiro de Piaçabuçu contou, em sua programação, com palestras sobre genética de rebanhos e ordenha higiênica e com espaço para exposição de ações de instituições parceiras da associação.

FOMENTO À BOVINOCULTURA LEITEIRA

A Codevasf esteve presente no torneio leiteiro de Piaçabuçu com um estande, no qual apresentou suas ações, especialmente as do Programa de Arranjos Produtivos Locais (APL). “Somos uma das primeiras instituições públicas a apostar na bovinocultura leiteira como estratégia de desenvolvimento regional a partir da doação de tanques de resfriamento de leite. Por isso, estivemos no torneio leiteiro para apoiar essa iniciativa que deverá fortalecer a atividade”, apontou o zootecnista e chefe substituto da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Alagoas Elias Kleiton.

Em seu Programa de Arranjos Produtivos Locais (APL), a Codevasf, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional – SDR/MI, atua no APL da Bovinocultura Leiteira, apoiando pequenos produtores com a cessão e/ou doação de equipamentos, máquinas e implementos agrícolas, caminhões para transporte de leite, capacitações, entre outros.

O apoio da Codevasf ao desenvolvimento da bovinocultura leiteira no Baixo São Francisco alagoano já beneficiou várias entidades, entre associações, prefeituras municipais e cooperativas, em 20 municípios (Piaçabuçu, Igreja Nova, Penedo, Campo Grande, Palmeira dos Índios, Cacimbinhas, Craíbas, Dois Riachos, Santana do Ipanema, Poço das Trincheiras, Maravilha, Ouro Branco, Delmiro Gouveia, São José da Tapera, Carneiros, Pão de Açúcar, Senador Rui Palmeira, Porto Real do Colégio, Palestina e São Sebastião).

Até o momento foram cedidos e/ou doados pela Codevasf cerca de 50 tanques de resfriamento de leite, dois analisadores de leite e um tanque de transporte de leite, somando investimentos de mais de R$ 830 mil, o que resulta na geração de trabalho e renda para cerca de 500 pequenos produtores de leite em Alagoas.

Segundo o diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas, José Augusto Nunes, a atuação da Codevasf, em parceria com o Governo de Estado e prefeituras municipais, tem sido de grande importância para o desenvolvimento agropecuário da região, propiciando a melhoria da genética do rebanho, aumento do nível de produção de leite, uso de técnicas adequadas de manejo e melhoria da qualidade do produto a ser comercializado.