Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Capacitação em processamento de alimentos no Piauí
conteúdo

Notícias

Capacitação em processamento de alimentos no Piauí

A Codevasf realizou o curso "Processamento de Frutas e Elaboração de Produtos", no período de 19 a 23 de julho, na agroindústria do Assentamento Marrecas, município de São João do Piauí. A iniciativa atendeu jovens do Projeto Amanhã e as mulheres da APFrutas (Associação dos Produtores de Frutas do Assentamento Marrecas), totalizando vinte e oito treinandos.
publicado: 27/07/2010 10h21, última modificação: 20/06/2018 17h08

A Codevasf realizou o curso "Processamento de Frutas e Elaboração de Produtos", no período de 19 a 23 de julho, na agroindústria do Assentamento Marrecas, município de São João do Piauí. A iniciativa atendeu jovens do Projeto Amanhã e as mulheres da APFrutas (Associação dos Produtores de Frutas do Assentamento Marrecas), totalizando vinte e oito treinandos. A capacitação foi ministrada pela consultora gastronômica Michaela Fonseca, uma das principais especialistas nessa área no estado do Piauí.

O curso teve como meta o aprimoramento das técnicas de elaboração dos alimentos, em especial das frutas produzidas na própria comunidade, buscando, além da variabilidade de oferta, a redução de desperdícios, melhoria na qualidade e higiene dos alimentos. A satisfação das mulheres e dos jovens com o resultado do treinamento foi muito grande, conforme mostrou a avaliação feita no último dia dos trabalhos.

Durante o curso foram elaborados vários produtos à base de frutas (goiaba, uva, abacaxi, mamão e figo), tais como geleias, doces e polpas, além de alimentos diversos enriquecidos com esses vegetais, como bolos, pães doces, pães tipo trança com recheio de geleias, pizzas, pastéis, biscoitos amanteigados, biscoito-casadinho, caldas para bolos etc.

HISTÓRICO

A agroindústria foi um empreendimento demandado pela comunidade de Marrecas no ano de 2009, no primeiro Festival da uva de São João do Piauí. Naquele mesmo ano, a Codevasf implantou, equipou e passou a acompanhar a unidade, que hoje colabora com importante participação na renda das dezenas de famílias associadas. Os produtos têm destino certo: além da lojinha da agroindústria, frequentemente visitada pelas mais de duzentas famílias residentes no assentamento, são vendidos também no mercado regional, especialmente em São João do Piauí e em São Raimundo Nonato (PI). Outro canal de comercialização desses alimentos está sendo concretizado através do programa de compra da merenda escolar.