Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Capacitação em agricultura sustentável
conteúdo

Notícias

Capacitação em agricultura sustentável

No Vale do São Francisco, o cenário é de crescimento para o segmento da agricultura orgânica. Com um mercado em contínua expansão por produtos que asseguram a qualidade de vida do produtor e do consumidor, capacitações sobre “Agricultura Sustentável” estão sendo realizadas para os profissionais que realizam Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) nos Perímetros de Irrigação da Codevasf, localizados em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), e do Sistema Itaparica. O curso de uma semana, que termina nesta sexta-feira (6), é realizado pela Plantec, no turno da noite, no auditório da Codevasf em Petrolina (PE).
publicado: 06/08/2010 16h49, última modificação: 20/06/2018 17h09

No Vale do São Francisco, o cenário é de crescimento para o segmento da agricultura orgânica. Com um mercado em contínua expansão por produtos que asseguram a qualidade de vida do produtor e do consumidor, capacitações sobre “Agricultura Sustentável” estão sendo realizadas para os profissionais que realizam Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) nos Perímetros de Irrigação da Codevasf, localizados em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), e do Sistema Itaparica. O curso de uma semana, que termina nesta sexta-feira (6), é realizado pela Plantec, no turno da noite, no auditório da Codevasf em Petrolina (PE).

“A agricultura orgânica está na pauta de produções da Codevasf e estamos trabalhando com isso, de forma intensiva, desde 2008, quando lançamos o projeto. O uso sustentável da biodiversidade como um diferencial na estratégia de internacionalização de micros e pequenas empresas, em parceria com diversas instituições”, relembra o engenheiro agrônomo, Osnan Ferreira, da Codevasf em Petrolina (PE), reforçando que de todas as perspectivas de impulsionar a agricultura orgânica, o trabalho de capacitação da Ater é de suma importância nesse processo, já que são os extensionistas estão presentes do campo, acompanhando os produtores dos Perímetros Irrigados.

Durante esta semana, experiências bem sucedidas de conversão de agricultura convencional para orgânica foram apresentadas. “A capacitação tem o objetivo de nivelar as informações com os profissionais da Ater. Cursos sobre manejo e produção, por exemplo, serão oferecidos para subsidiar ainda mais nossas equipes”, adianta o engenheiro agrônomo, José Francisco de Souza, da Ater do Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho.

Sistema Itaparica – Em Pernambuco, a agricultura orgânica já faz parte dos cultivos de alguns produtores reassentados dos Perímetros Irrigados Manga de Baixo, que fica em Belém do São Francisco, Icó-Mandantes, localizado nos municípios de Floresta e Petrolândia, e Barreiras – Bloco 1, também em Petrolândia, onde a produção de hortaliças representam a maior parte de produtos livres de agrotóxicos.

O engenheiro agrônomo, Francisco Elder Gomes, da Ater dos Perímetros Irrigados Manga de Baixo e Icó-Mandantes, falou que o intercâmbio com outras equipes de Ater possibilitou a troca de experiências. Este curso também será realizado com as outras equipes de Ater dos Perímetros Irrigados da borda do lago de Itaparica, em Petrolândia.