Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Barreiro do Água para Todos beneficiará famílias de Serranópolis (MG)
conteúdo

Notícias

Barreiro do Água para Todos beneficiará famílias de Serranópolis (MG)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) concluirá, nos próximos dias, o primeiro barreiro de acumulação de água para consumo humano e animal no município de Serranópolis de Minas, onde deverão ser construídos mais oito com a mesma finalidade.
publicado: 10/09/2012 16h54, última modificação: 20/06/2018 17h14

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) concluirá, nos próximos dias, o primeiro barreiro de acumulação de água para consumo humano e animal no município de Serranópolis de Minas, onde deverão ser construídos mais oito com a mesma finalidade.

A comunidade rural beneficiada foi a de Brejinho, situada a 20 quilômetros da sede do município, onde a implantação do barreiro, com capacidade para oito milhões de litros de água, irá beneficiar mais de 25 famílias de pequenos produtores rurais que têm na agricultura familiar seu único meio de sobrevivência, numa região de difícil acesso à água. Os moradores tinham, até então, como única alternativa, a busca da água em córregos distantes de onde moram, conforme explica o relatório técnico da Companhia.

Ainda de acordo com dados da Codevasf, ao todo serão construídos 30 barreiros desse porte no norte de Minas, procurando, assim, minimizar o impacto da estiagem nas comunidades rurais do semiárido mineiro. Além do município de Serranópolis de Minas, que já está sendo atendido, serão beneficiadas cinco comunidades do município de Porteirinha; cinco de Janaúba; duas de Capitão Enéas; seis de Francisco Sá e três de Jaíba. Para executar todas essas obras, a Codevasf está investindo mais de R$ 1 milhão, com recursos provenientes do programa Água para Todos, instituído pelo governo federal com o objetivo de promover a universalização do acesso à água em áreas rurais para consumo humano e produção agrícola.

O superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Dimas Rodrigues, afirma que nos períodos de longas estiagens, muito comuns no norte de Minas, falta água até mesmo para consumo humano na maioria das comunidades que estão sendo beneficiadas. Ele acredita que levar água às pequenas comunidades rurais que enfrentam dificuldades de armazenamento e abastecimento hídrico é uma ação de alto alcance social que a Codevasf tem promovido em regiões carentes do vale do rio São Francisco, propiciando, assim a melhoria da qualidade de vida da população.

Segundo os projetos de obras elaborados pela Codevasf, os barreiros serão construídos em localidades onde exista maior facilidade na captação da água de chuva. Quando concluídas, as obras irão beneficiar mais de 1.500 pequenos produtores rurais, que terão água o ano inteiro para atender as suas necessidades básicas, como consumo humano e animal, além de irrigação de pequenas hortas comunitárias.