Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Árvore de natal construída com garrafas pet no Perímetro Irrigado Brígida
conteúdo

Notícias

Árvore de natal construída com garrafas pet no Perímetro Irrigado Brígida

Cerca de duas mil garrafas pet foram reaproveitadas para a construção de uma árvore de natal de sete metros de altura no Perímetro Irrigado Brígida, integrante do Sistema Itaparica, localizado na zona rural do município de Orocó, Sertão de Pernambuco, distante 570 quilômetros da capital. O ato simbólico de instalação da árvore de natal acontece nesta segunda-feira (13), às 18h, na Estação de Bombeamento 1/5, com a participação dos moradores da comunidade.
publicado: 13/12/2010 09h16, última modificação: 20/06/2018 17h10

Cerca de duas mil garrafas pet foram reaproveitadas para a construção de uma árvore de natal de sete metros de altura no Perímetro Irrigado Brígida, integrante do Sistema Itaparica, localizado na zona rural do município de Orocó, Sertão de Pernambuco. O ato simbólico de instalação da árvore de natal acontece nesta segunda-feira (13), às 18h, na Estação de Bombeamento 1/5, com a participação dos moradores da comunidade.

A construção desse símbolo, a partir do reuso de embalagens vazias, é fruto da ação educativa sobre a problemática do lixo doméstico realizada no Perímetro Irrigado Brígida pela Superintendência Regional da Codevasf em Petrolina (PE), por meio da empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), e tem o intuito de chamar a atenção para a preservação do meio ambiente. De acordo com o chefe da Unidade de Apoio à Produção, Marcelo Mergulhão, da Codevasf em Petrolina, essa iniciativa retrata um exemplo de união e cuidado com o meio ambiente.

A coleta do material foi realizada pelos moradores e donos de estabelecimentos comerciais do Perímetro Irrigado. A confecção da árvore, coordenada pela empresa de Ater, levou três semanas para ficar pronta e contou com o envolvimento do grupo de jovens Reciclando e protegendo o meio ambiente; equipe técnica da empresa de O&M, professores e alunos das escolas do Perímetro Irrigado; agentes de saúde; Comitê Gestor de Meio Ambiente e da comunidade.