Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Ação da Codevasf inclui agricultores familiares do semiárido baiano na cadeia produtiva do mel
conteúdo

Notícias

Ação da Codevasf inclui agricultores familiares do semiárido baiano na cadeia produtiva do mel

Cerca de duas mil famílias de produtores do semiárido baiano passarão a integrar a cadeia produtiva do mel, como alternativa à produção agrícola familiar em regiões castigadas pelos efeitos da estiagem. Na presença do governador do estado da Bahia, Jaques Wagner, o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz, assinou na manhã desta segunda-feira (12) ordem de fornecimento de equipamentos apícolas orçados em R$ 11 milhões, os quais serão destinados a 39 municípios baianos. Os equipamentos darão suporte à produção, ao armazenamento, ao transporte e ao beneficiamento de produtos da apicultura. Os itens serão entregues ainda neste semestre.
publicado: 12/08/2013 13h12, última modificação: 20/06/2018 17h17

Cerca de duas mil famílias de produtores do semiárido baiano passarão a integrar a cadeia produtiva do mel, como alternativa à produção agrícola familiar em regiões castigadas pelos efeitos da estiagem. Na presença do governador do estado da Bahia, Jaques Wagner, o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz, assinou na manhã desta segunda-feira (12) ordem de fornecimento de equipamentos apícolas orçados em R$ 11 milhões, os quais serão destinados a 39 municípios baianos. Os equipamentos darão suporte à produção, ao armazenamento, ao transporte e ao beneficiamento de produtos da apicultura. Os itens serão entregues ainda neste semestre.

A ordem de fornecimento foi assinada durante o evento de lançamento do Plano Safra de Agricultura, Pesca, Pecuária e Aquicultura da Bahia 2013/2014, em Salvador, que teve ainda a presença de prefeitos, de secretários estaduais e de parlamentares baianos. Os recursos integram o eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria e são provenientes da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional (SDR/MI).

Os investimentos têm por objetivo fortalecer a cadeia produtiva do mel nos municípios de América Dourada, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Bom Jesus da Lapa, Brotas de Macaúbas, Cafarnaum, Campo Alegre de Lourdes, Canarana, Carinhanha, Central, Feira da Mata, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Ibotirama, Igaporã, Ipupiara, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Malhada, Matina, Morpará, Mulungu do Morro, Muquém do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Pilão Arcado, Presidente Dutra, Remanso, Riacho de Santana, São Gabriel, Serra do Ramalho, Sítio do Mato, Uibaí e Xique-Xique.

"Estas doações são ações muito importantes, pois buscam a redução da pobreza extrema. Elas beneficiam famílias rurais – do semiárido, em sua maior parte – que são muito necessitadas. A produção servirá tanto como complemento da alimentação dessas famílias quanto como geradores de renda”, explica Lourival Gusmão, superintendente da Codevasf em Bom Jesus da Lapa (BA), sudoeste baiano.

De acordo Emanoel Lima, superintendente da Companhia em Juazeiro (BA), cerca de 500 famílias do norte baiano serão beneficiadas com kits de apicultura na área dos municípios de Campo Alegre de Lourdes, Pilão Arcado e Remanso. “É uma população que vive da agricultura familiar de subsistência e enfrenta as dificuldades da seca, e que passará a ter uma alternativa de atividade produtiva que tem boa adaptação ao semiárido – a apicultura”, diz. “Nesta região, ainda que situada às margens do rio São Francisco, existe um rincão de pobreza; a atividade apícola deverá trazer emprego, renda e melhoria da qualidade de vida”, acrescenta.

Alimentação animal e produção de frutas e mandioca

Além da autorização de fornecimento de equipamentos apícolas, a Codevasf assinou com o governo da Bahia um termo de compromisso que tem por objetivo promover a inclusão produtiva de 9.210 famílias rurais de baixa renda com investimentos nas culturas de ovinos, caprinos, mandioca e frutas. As ações associadas ao termo de compromisso promoverão o aumento da reserva estratégica de forragem para os animais, assim como da produção agrícola e pecuária e, consequentemente, da renda dos produtores.

O termo de compromisso prevê ações de fomento à produção de palma forrageira, melhoramento genético de caprinos e ovinos, preparo de solos, aquisição de veículos, assistência técnica e implantação de unidades de demonstração, viveiros, sistemas de irrigação e unidades de propagação de mudas de mandioca, entre outras. Os investimentos serão realizados nos 115 municípios da Bahia que integram a área de atuação da Codevasf no estado. A Companhia aplicará aproximadamente R$ 14 milhões em ações vinculadas a este termo de compromisso, com recursos provenientes de destaque orçamentário da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional. Como contrapartida, o governo da Bahia desembolsará um adicional de 10% de todo o valor investido pela Codevasf.

Plano Safra da Bahia

A assinatura da ordem de fornecimento e do termo de compromisso ocorreu na cerimônia de lançamento do Plano Safra da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura 2013/2014 (Plano Safra da Bahia), por meio do qual o governo do estado destinará R$ 5,5 bilhões para a produção agropecuária. Destes, R$ 1,2 bi serão aplicados em agricultura familiar. De acordo com o governo da Bahia, o objetivo do plano é dar suporte aos produtores rurais, proporcionando condições para a manutenção e a expansão de suas atividades.

Além de estabelecer diretrizes e prioridades, o plano articula e reúne diversos instrumentos de políticas públicas agrícolas, entre eles o Crédito Rural, o Garantia Safra, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) e a Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).

Foto: Manu Dias / GOVBA

Ouça a notícia da Rádio Codevasf:

http://www.codevasf.gov.br/principal/promocao-e-divulgacao/central-de-radio/materias-e-entrevistas-2013/10-acao-da-codevasf-inclui-agricultores-familiares-do-semiarido-baiano-na-cadeia-produtiva-do-mel.mp3