Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > 12º Feirão de Artesanato é aberto ao público em Sergipe
conteúdo

Notícias

12º Feirão de Artesanato é aberto ao público em Sergipe

Começou nessa sexta-feira, 30, o 12º Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco. A feira, promovida pela 4ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), exibe até domingo (02) o trabalho de artesãos e pequenos produtores de 13 municípios do Baixo São Francisco.
publicado: 30/11/2012 18h02, última modificação: 20/06/2018 17h15

Começou nessa sexta-feira, 30, o 12º Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco. A feira, promovida pela 4ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), exibe até domingo (02) o trabalho de artesãos e pequenos produtores de 13 municípios do Baixo São Francisco. O evento realizado na sede da Codevasf em Aracaju é aberto ao público em geral. O horário de funcionamento do Feirão é das 8h às 19h.

 Durante a solenidade de abertura, o superintendente da Codevasf em Sergipe, Paulo Viana, destacou a importância do feirão para os artesãos e afirmou que os resultados obtidos nas edições anteriores são excelentes. “Vimos que o artesanato era uma das principais atividades econômicas de alguns municípios. E, muitas vezes, o difícil não é produzir essas criações, mas comercializar. Estamos dando a nossa contribuição para que essas famílias possam diversificar e aumentar a sua renda”, disse Paulo Viana.

 Representando o presidente Elmo Vaz, o coordenador nacional do programa Água para Todos na Codevasf, Carlos Hermínio de Oliveira, ressaltou que o evento já se consolidou no calendário anual de atividades promovidas pela companhia. “O Feirão é uma marca da gestão da Codevasf em Sergipe. O artesanato representa uma das vocações e uma das potencialidades dos arranjos produtivos locais em funcionamento no estado”, declarou Carlos Hermínio.

 Para os artesãos, o Feirão é uma grande oportunidade não apenas para comercializar suas peças, mas também para descobrir novos mercados e fechar negócios, garantindo renda para os outros meses do ano. João Batista, artesão de Santana do São Francisco, contou que os profissionais esperam durante todo o ano para participar do evento. “A Codevasf abre as portas para o artesanato, é quando podemos divulgar o nosso trabalho e vender a nossa produção”, observou João Batista.

 O Feirão de Artesanato é promovido desde 2003 pela Codevasf em Sergipe. Artesãos e pequenos produtores dos 28 municípios que compõem a área de atuação da companhia em Sergipe são convidados para exibir suas criações no evento. A produção artesanal do Baixo São Francisco utiliza, principalmente, materiais como a palha, o coco, o barro, o bordado e a madeira. Ao lado da fabricação de produtos como o mel, a bolacha e os doces, o artesanato é uma das alternativas econômicas com grande potencial na região.