Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > 10º Feirão de Artesanato reuniu produtos de 15 municípios sergipanos
conteúdo

Notícias

10º Feirão de Artesanato reuniu produtos de 15 municípios sergipanos

A Codevasf realizou, no último final de semana, o 10º Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco, em Aracaju (SE). Ao todo, participaram cerca de 130 artesãos e produtores, expondo diversos itens da gastronomia local, como mel, leite e queijo de cabra, cocada, bolachas, geleia, doces e licores. O ecoturismo, o turismo rural e o artesanato típico da região também foram destaque nos estandes do evento, além de verduras e hortaliças orgânicas.
publicado: 07/12/2010 15h40, última modificação: 20/06/2018 17h09

A Codevasf realizou, no último final de semana, o 10º Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco, em Aracaju (SE). Ao todo, participaram cerca de 130 artesãos e produtores, expondo diversos itens da gastronomia local, como mel, leite e queijo de cabra, cocada, bolachas, geleia, doces e licores. O ecoturismo, o turismo rural e o artesanato típico da região também foram destaque nos estandes do evento, além de verduras e hortaliças orgânicas.

Segundo a superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Silvany Yanina Mamlak, o sucesso do Feirão é comprovado pelo seu crescimento. Na primeira edição, apenas dois municípios estiveram representados; neste ano, por sua vez, 15 cidades sergipanas integraram o evento.

“A principal proposta do Feirão é abrir canais de comercialização, principal gargalo para o crescimento da atividade produtiva da região. Estamos descobrindo e fortalecendo outras alternativas econômicas e sabemos que o artesanato, o turismo rural e o ecoturismo são também fortes vocações do Baixo São Francisco, assim como a aquicultura, a caprinocultura e a apicultura”, afirmou a superintendente.

Oportunidade para artesãos e produtores

O artesão Reginaldo dos Santos, que faz peças em madeira no município de Canindé do São Francisco, elogiou a estrutura do Feirão. “A Codevasf foi a peça fundamental para esse grande evento, pois nos deu todo suporte necessário para expor. Nós só temos a agradecer por essa iniciativa”, salientou.

Já João Batista de França, que trabalha com cerâmica em Santana do São Francisco, destacou que atualmente a procura pelas peças produzidas por ele aumentou graças ao apoio da empresa. “Através da Codevasf, foram abertos novos caminhos para nós, artesãos, participarmos de eventos. Eu venho desde o 1º Feirão, e na edição deste ano consegui vender quase todas as peças”, declarou.

Maria do Carmo Correia faz bordados no município de Aquidabã e, pela primeira vez, participou do Feirão. Para ela, o evento representou uma oportunidade de mostrar seu trabalho e fazer contatos. “Espero que, no próximo ano, eu esteja aqui novamente com meus colegas artesãos. Gostei muito!”, afirmou a artesã.