Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Sergipe conclui primeira etapa de implantação do PAIS
conteúdo

Notícias

Sergipe conclui primeira etapa de implantação do PAIS

A Codevasf, em conjunto com Sebrae, promoveu, de 5 a 8 de maio, no assentamento Nova Canadá, em Canindé do São Francisco (SE), o curso de capacitação para implantar o sistema Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS). Estiveram presentes técnicos da Companhia; representantes do Sebrae, da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), do Projeto Dom Helder, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e de prefeituras municipais; além de assentados e técnicos locais.
publicado: 11/05/2009 13h51, última modificação: 20/06/2018 17h04

A Codevasf, em conjunto com Sebrae, promoveu, de 5 a 8 de maio, no assentamento Nova Canadá, em Canindé do São Francisco (SE), o curso de capacitação para implantar o sistema Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS). Estiveram presentes técnicos da Companhia; representantes do Sebrae, da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), do Projeto Dom Helder, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e de prefeituras municipais; além de assentados e técnicos locais.

A principal etapa do curso - ministrado pelo idealizador do PAIS, o senegalês Ali N’Diaye - foi o momento em que os técnicos e produtores iniciaram a implantação do sistema. O procedimento durou três dias. “O curso esclareceu a eficiência do PAIS, e todos ficaram convencidos da viabilidade técnica e social. Porém, para o processo funcionar, é essencial o envolvimento dos parceiros no sistema de comercialização. Nós da Codevasf já estamos estudando a integração de uma rede e devemos realizar um workshop com todos os parceiros para implementar uma estratégia única”, afirmou o engenheiro florestal Ronaldo Fernandes, coordenador da ação no âmbito da 4ª Superintendência Regional.

O próximo passo será selecionar as famílias e repassar o curso para elas. Segundo a Unidade Regional de Arranjos Produtivos, da 4ª Gerência Regional de Revitalização da Bacia Hidrográfica, isso deverá ser realizado nos próximos 15 dias. Para o Projeto Amanhã, serão destinados sete kits, compostos por materiais de irrigação, caixa d' água, mangueiras, sementes, insumos agrícolas, galinhas e galos. “Até o final de maio, queremos estar com todas as 60 famílias selecionadas e iniciar o processo de implantação no âmbito regional. Iremos beneficiar também jovens, pois entendemos ser fundamental, para o sucesso do PAIS, a incorporação da tecnologia pela juventude local”, reforça Fernandes.