Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Renegociação de débitos na Codevasf em Petrolina
conteúdo

Notícias

Renegociação de débitos na Codevasf em Petrolina

A 3ª Superintendência Regional da Codevasf em Petrolina (PE) alerta os produtores proprietários de lotes familiares e empresariais dos perímetros de irrigação Senador Nilo Coelho, Maria Teresa e Bebedouro para o prazo estabelecido para renegociação de débitos que vai até o dia 08 de maio.
publicado: 16/04/2009 11h50, última modificação: 20/06/2018 17h03

A 3ª Superintendência Regional da Codevasf em Petrolina (PE) alerta os produtores proprietários de lotes familiares e empresariais dos perímetros de irrigação Senador Nilo Coelho, Maria Teresa e Bebedouro para o prazo estabelecido para renegociação de débitos que vai até o dia 08 de maio.

Cerca de 20% dos 20 milhões passíveis de rolagem foram quitados, um número inferior ao esperado, já que a Companhia tinha 90% por meta até o último dia de renegociação. Porém, devido à baixa adesão dos irrigantes à repactuação, estima-se que cerca de 50% seja quitado. De acordo com dados da Comissão de Renegociação de Débitos da Codevasf, foram renegociados aproximadamente R$ 4 milhões das dívidas relacionadas a titulação e a K1, tarifa de água para uso comum nos lotes irrigados.

Para o irrigante familiar dono de um lote no N 11, Benedito Lima dos Santos, esta é uma oportunidade de se preparar para o futuro, retirando o nome da lista de inadimplentes. “Para nós, está sendo uma proposta muito boa porque não temos como pagar tudo, assim podemos parcelar e não ficar inadimplente. A gente pode se preparar para o futuro”, disse Benedito.

Para o chefe da Comissão de Renegociação, Adenilton Carvalho, os produtores devem estar atentos ao prazo para não perderem a oportunidade de parcelarem suas dívidas. “A Companhia ressalta a importância da efetuação de renegociação porque, além de renegociar os débitos, é fundamental que o irrigante efetue a repactuação retirando, assim, automaticamente, seu nome do Cadastro de Inadimplência (CADIM). Dessa forma, ele será habilitado, se desejar, e poderá procurar uma agência bancária para futuros financiamentos para investir na manutenção de culturas, entre outros fatores”, declarou Adenilton.

O irrigante inadimplente deve procurar a Comissão pela manhã (de 8h às 12h) e também à tarde (13h30 às 17h), de segunda à sexta-feira, levando cópia da escritura do lote titulado. A formulação de processo de titulação do lote é realizada na Unidade de Administração Fundiária, no prédio da Codevasf.