Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Obras em Pernambuco
conteúdo

Notícias

Obras em Pernambuco

Mesmo a poucos quilômetros do Rio São Francisco, muitos habitantes de Tacaratu, município do Sertão de Itaparica em Pernambuco, são submetidos ao racionamento de água.
publicado: 18/11/2009 14h51, última modificação: 20/06/2018 17h05

Mesmo a poucos quilômetros do Rio São Francisco, muitos habitantes de  Tacaratu, município do Sertão de Itaparica em Pernambuco, são submetidos ao racionamento de água. No distrito de Caraibeiras, a 9 km da sede do município, os moradores passam meses sem receber água na torneira. Agora os tacaratuenses vêem cada mais vez perto o fim do racionamento.

A poucos metros de Caraibeira, homens e máquinas trabalham na escavação do solo e assentam a tubulação da adutora que está sendo construída no município pela Codevasf. A obra é realizada em parceria com o Governo de Pernambuco no valor de aproximadamente R$ 10 milhões, dos quais 90% são provenientes da Companhia.

De acordo com o superintendente da Codevasf em Pernambuco, Luís Frota, além da sede do município e o distrito de Caraibeiras, a adutora também vai abastecer o distrito de Olho D'água do Bruno. “O ponto de captação é o Lago de Itaparica que fornece água tratada para o município de Jatobá. A tubulação da adutora vai passar por Caraibeiras, chegando até Olho D'água do Bruno onde instalaremos a rede de distribuição para as casas. Vamos construir duas estações elevatórias, uma delas vai bombear água para a sede do município”, explica o superintendente acrescentando que no trajeto da adutora diversas comunidades serão atendidas com a instalação de 19 chafarizes.

Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o fornecimento de água no município de Tacaratu é feito por meio de cinco poços tubulares que disponibilizam uma vazão de 45 mil litros de água por hora, o que, segundo a Compesa, é insuficiente para abastecer toda a população principalmente no verão quando aumenta o consumo de água. Conforme Luís Frota, com a adutora em construção pela Codevasf, a quantidade de água fornecida vai duplicar passando para 96 mil litros/hora e, dessa maneira, regularizar o abastecimento para mais de 20 mil pessoas, entre ampliação e melhoramento da rede. A obra deve ser concluída no primeiro semestre de 2010.

O superintendente ainda destaca outras obras hídricas direcionadas para o fim do racionamento de água no interior de Pernambuco. Uma delas está no âmbito do programa Água para Todos que envolve montagem de poços tubulares (R$ 1 milhão) e implantação do sistema de abastecimento nas residências.“Para abastecimento com água encanada já temos um edital publicado com 29 comunidades e até o final do ano teremos a segunda etapa; dessa vez para beneficiar mais 56 localidades, das quais algumas estão situadas em Tacaratu. Isso com recursos garantidos pelo PAC na ordem de R$ 60 milhões para resolver definitivamente a carência de água em Tacaratu e outros municípios que ficam no entorno do lago de Itaparica”, conclui Frota.